Cancun, a vila de pescadores que virou um dos destinos mais badalados do mundo

Cancun. É tudo só sol, areia e festa, certo? Bem, errado. Este famoso ponto turístico na Península de Yucatán pode ter se tornado sinônimo de excesso, mas da “lucha libre” à história maia e à beleza natural das selvas próximas, Cancún oferece muito mais do que férias na praia.

Vir aqui agora também é especial. Já se passaram 50 anos desde que o primeiro hotel foi inaugurado em Cancun. No início da década de 1970, este era um lindo e vazio trecho de costa, exceto por uma pequena vila de pescadores. O boom aqui, porém, não foi orgânico, mas parte de um plano para criar o que o governo mexicano apelidou de “parque multimilionário”.

Esse plano, denominado Projeto Cancun, foi aprovado em 1969 e iniciado em 1970, com o objetivo de construir uma nova cidade do zero. Apresentaria uma área, ainda hoje, conhecida como Zona Hoteleira, uma parte da cidade para residentes e trabalhadores locais viverem e um aeroporto para transportar pessoas desesperadas por bom tempo e diversão.

Quintana Roo, que se tornou um estado mexicano em 1974, mesmo ano em que foi inaugurado o primeiro hotel, hoje abriga uma série de resorts, dos quais Cancun é o original.

Avançando rapidamente, Cancun se tornou um grande sucesso. Cerca de 21 milhões de visitantes vieram para cá em 2023, superando as projeções do Ministério do Turismo e lembrando a todos que este é o local imperdível do México.

Informações da CNN
Foto: Freepik

  • Compartilhe: