Minas Gerais terá o primeiro bar de vinhos flutuante

Dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) revelam que, em 2020, o estado contava com cerca de 50 fabricantes de vinho. Hoje, esse número já caminha para a casa dos 100 produtores com mais de mil hectares de vinhedos registrados. Ainda de acordo com a Epamig, quando toda a área plantada estiver em produção, serão cerca de 4 mil toneladas de uva e 2,4 milhões de litros de vinho, com estimativa que o mercado movimente R$ 120 milhões por ano.

E, se Minas Gerais vem se firmando como uma região expoente para a vitivinicultura, em julho, o estado ganha seu primeiro wine bar flutuante, o Almas Gerais. Com aporte de R$ 1,5 milhão, o restaurante, com formato de uma chalana, vai circular pela represa do Funil, que compreende 40,49 km², nos municípios de Bom Sucesso, Perdões, Ijaci e Ibituruna.

Diferentemente de outros empreendimentos similares, este – que irá margear o Vivert Reserva da Mata, condomínio a 30 minutos de Lavras – terá um diferencial peculiar: não ficará ancorado. Circulará pelo dique durante todo o seu funcionamento.

O wine bar faz parte de um suntuoso complexo enoturístico em desenvolvimento no local, a Enovila, que deverá ser totalmente inaugurado em janeiro de 2027 e contempla – entre diversas experiências – a construção de uma vila de 60 casas, no sistema de compartilhamento.

“Quem adquirir uma cota poderá acompanhar, por quatro semanas no ano, todas as práticas do dia a dia de um vinhedo, incluindo o processo de produção, o plantio, as vindimas, além de ter rótulos exclusivos, uma adega, fazer o próprio blend e a própria casa no espaço, projetada pelo arquiteto Gustavo Penna. O flutuante é apenas uma das experiências que iremos oferecer”, destaca o empresário Antônio Alberto Júnior, idealizador da Enovila ao lado do irmão, Alessandro Rios. Ambos já atuam no mercado alimentício, em empresas como Jeito Caseiro (indústria de pães congelados), Verde Campo e Vida Veg (substitutos lácteos veganos), todas sediadas em Lavras.

Informações da CNN
Fotos: Divulgação

  • Compartilhe: