Caravana Bahia Sem Fogo à região Oeste da Bahia

Após o sucesso da Caravana Bahia Sem Fogo na Chapada Diamantina, o Governo do Estado, por meio do Grupo de Trabalho (GT) do programa, liderado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), iniciou nesta segunda-feira (20) as atividades na região Oeste do estado, com foco na prevenção de incêndios florestais; ao todo, 13 cidades serão contempladas.

No primeiro dia da ação, que vai até 7 de junho, o município de Barra, localizado a cerca de 649 km de Salvador, recebeu técnicos, educadores ambientais, bombeiros e brigadistas no Centro Cultural Avelino Freitas. Com a presença de secretários do município, brigadistas e demais lideranças, ocorreu um momento de escuta para troca de informações e também uma apresentação do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) abordando sobre a importância da prevenção para evitar os incêndios florestais.

Presente na Caravana, o coordenador da Unidade Regional do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Barreiras, o técnico Saul Reis, comentou sobre a importância de se trabalhar com a prevenção aos incêndios florestais. “Eu acho que o objetivo é reduzir sensivelmente a questão dos incêndios que passam pela questão da educação. Não existe outra forma de educação com relação aos incêndios se não trabalhando com a prevenção. Por isso estamos aqui para poder discutir e garantir que essas ações de fato sejam efetivas. Vamos percorrer algumas regiões levando essas instruções preventivas ao longo desses dias e temos certeza que, com o apoio de todos envolvidos, vamos minimizar ao máximo essas questões dos incêndios”, disse Saul.

No começo da tarde, a Caravana Bahia Sem Fogo realizou uma ação socioeducativa na Escola Municipal Jonas Araújo, em um momento especial de bastante descontração e de maneira lúdica entre as crianças, adolescentes e integrantes da Caravana. O objetivo é que por meio das instruções recebidas os alunos possam auxiliar a proliferar a importância de se prevenir os incêndios florestais tanto nas suas famílias como na comunidade.

Ao palestrar sobre a importância da prevenção como a principal arma no combate aos incêndios florestais, o Capitão CBMBA Álvaro Serrão explanou sobre a ação feita nas escolas com as crianças das comunidades nos municípios onde acontecem incêndios.

“Em escolas, sempre que a gente faz capacitação, quando a gente consegue, a gente busca ou conceder uma entrevista, ou ir numa escola, ou ir numa zona rural, que aqui é muito longe, a gente busca fazer isso quando ocorrem capacitações, porque a gente acredita nisso, de sempre falar, de sempre discutir, porque uma sementinha que a gente coloca ali, uma criancinha dessa falando com o pai dele, esse pai às vezes limpa melhor a fogueira, e aquele incêndio gigantesco de 100 campos de futebol não ocorreu, mas a gente nunca vai saber disso. Então, uma coisa dessa pode até não fazer sentido para muitas pessoas, mas para quem acredita na prevenção, sabe que isso é muito possível de acontecer. A gente trabalha com essas questões de orientações preventivas, então isso aqui foi importante”, explicou o Capitão.

Em atividade também não muito diferente, na comunidade rural Pratos Finos, por meio de rodas de conversa, o grupo explicou os sérios impactos ambientais causados à fauna e flora pelo uso inadequado do fogo no manejo do solo, além de apresentar importantes estratégias de prevenção para evitar incêndios as queimadas.

O biólogo e coordenador da Defesa Civil de Barra, Anderson Braga Nascimento, que acompanhou todas as atividades, parabenizou o governo pela presença da Caravana Bahia Sem Fogo e disse ter a certeza que dessas atividades serão criadas soluções para evitar as questões dos incêndios florestais. “Estamos aqui agora com o advento da caravana Bahia Sem Fogo, ação que é muito bem-vinda na nossa região, principalmente devido aos imensos incêndios que nós temos nos últimos 10, 15 anos. Estamos aqui tratando hoje desse assunto na certeza que daqui saíram soluções, ou busca de soluções para o que precisamos, que é regularizar essa questão de fogo aqui no município. Tenho a certeza que daqui pra frente, com esse momento de escuta, com essa articulação, teremos dias melhores”, afirmou o coordenador.

Todas essas medidas visam reforçar a rede de conhecimento e ação contra os incêndios na região. Além do município de Barra, a Caravana Bahia Sem Fogo passará nesta primeira semana por Buritirama, Mansidão e Formosa do Rio Preto. Em seguida, de 27 a 31 de maio, a equipe estará em Ibotirama, Muquém de São Francisco, Wanderley e Morpará. Por fim, de 3 a 7 de junho, estão previstas visitas aos municípios de Cotegipe, Cristópolis, São Desidério e Barreiras.

Bahia Sem Fogo

O Programa Bahia Sem Fogo é coordenado pela Sema, por meio do GT, em parceria com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), as secretarias de Segurança Pública (SSP) e Saúde (Sesab), o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), a Casa Civil, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) e a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa).

Incêndios Florestais

Historicamente, os incêndios ocorrem com maior frequência durante os meses de maio a dezembro, período de estiagem na maioria da Bahia. A cada ano, o programa Bahia Sem Fogo vem aperfeiçoando sua atuação, realizando campanhas anuais de prevenção e fiscalização voltadas para os municípios com maior ocorrência de incêndios florestais no estado, situados nas regiões da Chapada Diamantina e oeste baiano.

Fonte: Ascom/Inema
Foto: Divulgação/CBMBA

  • Compartilhe: