SAIU NA ADORO: A força da mulher

@deysefarias.consultora 

Deyse Machado Farias nos conta os desafios e as alegrias da maternidade como o protagonismo em sua trajetória de vida e profissional

Ser mulher muitas vezes é desempenhar múltiplos papéis com maestria, seguindo uma rotina que é, ao mesmo tempo, desafiadora e gratificante. Mãe dedicada, profissional incansável e esposa amorosa, enfrenta diariamente um malabarismo de responsabilidades e emoções.

Muitas mulheres vivem no constante malabarismo entre a vida profissional e pessoal. Entre uma tarefa e outra, os pensamentos voam para casa. Será que os filhos estão bem? Lembraram-se de fazer as tarefas escolares? O que preparar para o jantar? As preocupações de mãe nunca cessam, mesmo quando mergulhada nas demandas do trabalho.

Uma rotina que é uma dança constante entre compromissos, alegrias e desafios. Aprender a equilibrar as muitas facetas da vida sem perder a essência de quem ela é, é um trabalho árduo e requer uma mulher forte, resiliente, amorosa e capaz de transformar os desafios em oportunidades de crescimento.

Deyse Machado Farias é um exemplo vivo dessa habilidade excepcional, dessa força da mulher contemporânea que desempenha múltiplos papéis com maestria. Enfermeira especializada em UTI Neonatal e Pediátrica, Saúde Pública e Programa de Saúde da Família, Deyse vai além de suas habilidades profissionais ao se tornar uma consultora em amamentação, laserterapia e pioneira no serviço de furinho de orelha humanizado.

O início de uma jornada dedicada

Deyse iniciou sua jornada na Enfermagem em 2007, quando graduou-se e decidiu se especializar em UTI Neonatal e Pediátrica, além de Saúde Pública e Programa de Saúde da Família. Possui uma carreira sólida de 9 anos em UTI Neonatal, onde lidou com bebês prematuros e patologias graves. “O início da minha carreira em UTI Neonatal foi desafiador, pois a complexidade do trabalho com os bebês prematuros apresentava uma série de demandas que eram novas para mim, que vinham de uma experiência profissional em um programa de saúde pública. Porém, inspirada e apoiada por meus colegas da UTI, trabalhei e estudei com muita resiliência e consegui conquistar o domínio técnico e científico necessários”, conta Deyse.

Sua paixão pelo universo materno-infantil só crescia, Deyse conta que a mudança para a área de amamentação e cuidados básicos com o recém-nascido foi bastante tranquila e até natural. “Certamente, a experiência com a alta complexidade na UTI me trouxe mais segurança para o manejo com os bebês em geral. E, com a realização dos cursos específicos, a atuação nesta área tem sido fluida e gerado resultados maravilhosos”.

Além da experiência profissional, as próprias vivências familiares a incentivaram a aprofundar os estudos em cuidados ao recém-nascido e aleitamento materno. “Sou mãe e, com meu primeiro filho, passei por todos os desafios e novidades trazidas pela maternidade, vivenciei a dor e a dificuldade de amamentar sem conhecimento especializado e sem ajuda profissional. Nesse novo momento, como mãe de gêmeos, já possuindo formação em aleitamento materno, estou vivendo uma experiência completamente diferente da anterior, muito mais tranquila e saudável para meus filhos e toda a minha família”, compartilha Deyse.

Como profissional de enfermagem, ela conta que a partir de 2021 realizou cursos em centro de referência nacional e seguiu, constantemente, se atualizando desde então. “Hoje trabalho exclusivamente com a assistência em primeiros cuidados ao recém-nascido, treinamento de pais e cuidadores, consultoria em amamentação, furo de orelha humanizado e laserterapia”, revela.

Para Deyse, conciliar o cuidado da família com sua carreira especializada é um desafio constante, mas também uma fonte de imenso orgulho e realização. “A conciliação não somente da maternidade com a carreira, mas de todas as demandas que a sociedade atual coloca para as mulheres, é uma fonte de constantes desafios, esforços e concessões. Para mim, a maternidade e a família são a grande e principal realização da vida. Por isso, a minha grande prioridade sempre será o meu o papel de mãe e esposa”, enfatiza ela.

A importância de uma rede de apoio 

É importante destacar que uma ter uma rede de apoio é como ter um alicerce sólido que oferece suporte emocional, prático e social. Ajuda a reduzir a sobrecarga da rotina diária, promove o bem-estar, fortalece relacionamentos e proporciona um ambiente onde mulheres podem crescer e se empoderar, e acima de tudo, dá a sensação de que não estão sozinhas nessa jornada multifacetada. É uma ferramenta valiosa para enfrentar os desafios e aproveitar as alegrias que vêm com esses importantes papéis na vida de uma mulher.

Em sua trajetória, Deyse ressalta que conta com o suporte do marido, Danilo Henrique, que é muito amoroso e presente, que valoriza o seu lugar de profissional e dá o suporte e o apoio necessários para que ela possa ter sucesso em suas escolhas. “Contar com Danilo, principalmente, e também com as outras pessoas que compõem a nossa rede de apoio, como familiares, amigos, babá, é fundamental para que eu consiga equilibrar a minha atuação profissional com a maternidade”, diz ela, ressaltando a importância do apoio mútuo na construção de uma rotina saudável.

Deyse conta que embora Danilo precise passar bastante tempo fora, em função das suas atividades profissionais e da vida pública, a atenção e o cuidado dele fazem com que ela e os filhos sintam a sua presença constante em tudo e a todo momento, mesmo quando a presença física não é possível.

“Quando estamos juntos, ele sempre se dedica a ter tempo de qualidade conosco. Danilo está sempre atento aos cuidados de que cada um na família precisa, e se esforça para oferecer o melhor de si com muito amor e carinho”, conta.

Para ela, a presença de Danilo sempre imprescindível na rotina diária é fundamental. “Nós dois procuramos manter um diálogo honesto e constante sobre as nossas necessidades enquanto família e casal, e assim vamos encontrando formas de organizar as rotinas da nossa casa com equilíbrio para o bem-estar das crianças”, revela.

O desafio dos gêmeos e a evolução da maternidade

“Os gêmeos são amor em dobro em cada instante das nossas vidas!”

A chegada de João e Júlia trouxe uma nova dimensão à compreensão de Deyse sobre a maternidade. “Eles preencheram um espaço que nós nem sabíamos que existia, mas que sempre esteve aqui reservado para a presença encantadora deles. Eles me mostram, todos os dias, o quanto a maternidade é generosa e quantas recompensas maravilhosas ela traz, mesmo quando bate o cansaço das mamadas e dos cuidados em dobro”, revela.

“Muitas vezes parece que eu preciso fazer tudo ao mesmo tempo, mas o segredo está em definir prioridades a cada dia”, compartilha Deyse sobre os desafios diários como mãe de um garoto de 13 anos e de gêmeos.

De acordo com a profissional, a aceitação de que nem tudo sairá perfeito sempre é um dos pilares que sustentam sua jornada. Manter o equilíbrio entre todas as suas facetas, mulher, mãe, esposa, profissional, é o seu maior desafio. “Fazer com que todos esses pratinhos permaneçam girando, ao mesmo tempo, com a melhor qualidade possível é cansativo, com certeza”, relata.

Então, para ela, o que funciona melhor é definir, a cada dia, quais atividades são prioritárias e ir fazendo o seu melhor. “E é claro que muitas vezes eu preciso fazer concessões, deixar algo para depois, adiar uma coisa ou outra. Mas aceitar isso como algo natural, e entender que nem tudo vai sair perfeito sempre é fundamental para eu conseguir me manter saudável e feliz”, reafirma.

A enfermeira destaca ainda que ter dois recém-nascidos ao mesmo tempo, e manejar as muitas demandas e necessidades diárias deles, a deixou ainda mais empática em relação às dificuldades que as famílias, em especial as mães, enfrentam nos primeiros meses de vida do bebê.

Para as mulheres que se inspiram em sua trajetória, Deyse tem um conselho: “Use a mesma empatia e amor que você dedica ao mundo para acolher a si mesma! Reconheça suas qualidades e saiba que você é suficiente e boa o bastante!”

No consultório de Deyse, todos os serviços que são prestados às famílias grávidas e com recém-nascidos primam pelo acolhimento e a orientação técnico-científica, visando sempre a segurança, o bem-estar e a saúde do bebê e da mãe. “Quando uma família contrata os meus serviços, ela passa a contar não somente com uma consultora, mas com uma parceira atenta e disponível para todas as demandas da mãe e do bebê”, destaca ela.

Furinho humanizado

A aplicação do primeiro brinco não é simples como parece. Existe o ponto certo para realizar o procedimento, conforme a técnica de auriculoterapia. Identificar o ponto certo, e fazer o furinho no local exato, evita uma série de prejuízos à saúde e à estética.

Na realização do furinho humanizado, a bebê pode estar dormindo, acordada e até mamando. “Quando está acordada, nós não seguramos a sua cabecinha, nem fazemos esforços para conter seus movimentos, então a bebê fica muito mais confortável, livre para se mexer”, explica Deyse.

A profissional conta que faz a utilização de pomada anestésica, material importado próprio para furo de orelha, e aplica técnicas que acalmam os bebês para que o furinho ocorra sem dor e trauma.

“Diferente dos métodos convencionais, o furinho humanizado não é realizado com o próprio brinco ou pistola, pois ambos são traumáticos; as pistolas podem, inclusive, prejudicar a audição da bebê pelo ruído excessivo que provoca ao perfurar a orelhinha”.

Laserterapia

A laserterapia é um recurso terapêutico moderno, indolor e sem riscos. Ela acelera a cicatrização em curto prazo, podendo ser utilizado em feridas e cicatrizes de cirurgias.

No período da amamentação e no pós-parto, o laser pode ser aplicado em fissuras mamilares, lesões de períneo do parto vaginal, episiotomia e ferida operatória da cesariana.

Uma ferramenta poderosa em seu arsenal, contribuindo para a cicatrização e o alívio de diversos problemas pós-parto e também para a recuperação dos bebês. “Nos bebês pode ser utilizado para o tratamento de assaduras e pós-frenotomia, correção do freio lingual”, afirma.

Consultoria em Amamentação

A consultoria é um curso teórico-prático, um atendimento especializado, que visa dar suporte à dupla mãe-bebê, facilitando a evolução do aleitamento materno através de orientação quanto à pega correta do bebê, alinhamento postural, fases da amamentação, posições para amamentar, cuidados com a mama, técnica de ordenha, golden hour, amamentação após a cesariana e soluções de problemas, como dor ao amamentar, fissura mamilar, empedramento, mastite, obstrução de ductos, baixa produção de leite, entre outros. “Então, nós conseguimos cobrir todas as questões com as quais a mãe que deseja amamentar vai se deparar”, afirma Deyse.

Nos casos em que a consultoria em amamentação é realizada antes e/ou imediatamente após o parto, as dificuldades praticamente são eliminadas, pois o posicionamento correto do bebê no seio materno desde a primeira mamada já evita a maioria das intercorrências.

A enfermeira explica que quando a consultoria é feita de forma tardia, após alguns dias do nascimento, em alguns casos até após semanas, também apresenta muitos benefícios para mãe e bebê. “Mesmo quando as dificuldades já estão instaladas, é possível orientar a mãe no manejo com o bebê para reversão desses quadros”, ressalta.

De acordo com a profissional, em relação à amamentação, é importante ressaltar que a maioria das dificuldades com a amamentação não acabam com o simples passar dos dias. “Se você está insegura, sentindo dor, com seios machucados, ou ainda se vai retornar ao trabalho e deseja continuar amamentando, não perca tempo adiando a consultoria. Aprender a amamentar sem dor e sem drama é um investimento para o seu bem-estar e para a saúde do seu bebê”, incentiva.

Cursos Casal Grávido

É muito comum, principalmente entre os casais que estão esperando o primeiro filho, que o pai e a mãe não façam a menor ideia de como atender às necessidades de um bebê pequeno. Com que frequência ele vai tomar banho, como limpar o umbigo, o que devemos fazer em caso de engasgo?!

Foi para atender esse público e responder a essas e outras tantas dúvidas que Deyse criou o Curso Casal Grávido. “Nesse curso, eu ensino as melhores técnicas, reconhecidas cientificamente, para que os cuidadores desempenhem seu papel de forma responsável e segura junto ao recém-nascido”, explica.

Alguns dos temas abordados são: Banho; Troca de fralda; Corte de unhas; Técnica do arroto; Primeiros socorros; Posição para dormir; Manobra do desengasgo; Transporte com segurança; Higiene oral, ocular e íntima; Cuidados com o coto umbilical; Produtos de higiene adequados; Itens para mala de maternidade (mãe e bebê), entre outros.

Fotos: Guilherme Augusto e Erisnei Ribeiro

  • Compartilhe: