Atletas da Seleção Brasileira de remo desistem de Pré-Olímpico para ajudar vítimas no Sul

Atletas da seleção brasileira de remo desistiram de participar do Pré-Olímpico para trabalhar voluntariamente no resgate de famílias e animais vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Alef Fontoura (Pinheiros), Evaldo Mathias Becker (Flamengo), Daniel Lima e Piedro Tuchtenhagen (Grêmio Náutico União) disputariam o torneio na Suíça a partir do dia 19.

No entanto, eles decidiram abrir mão do sonho olímpico para ajudar as pessoas que foram afetadas pelas chuvas em Porto Alegre.

Os remadores estão trabalhando em conjunto com outros voluntários na sede do Grêmio Náutico União, no bairro Moinhos de Vento. Eles pedem para que pessoas da região disponibilizem barcos que possam auxiliar nos resgates.
J4Nlzrl.md.png

Alef Fontoura(Pinheiros), Evaldo Mathias Becker(Flamengo) e Daniel Lima (GNU), trabalham diariamente no resgate de famílias e animais em Porto Alegre | Foto: CBR

“Nós temos guia e material para resgatar mais pessoas mas, no momento, não temos um barco para continuar nossos trabalhos”, afirmou Alef, em entrevista à Confederação Brasileira de Remo.

Evaldo também se pronunciou. “Eu e Piedro optamos por não ir para o Pré-Olímpico com nossas famílias e amigos em meio a esse caos”, disse. Os dois competem em dupla na categoria double skiff peso leve.

Como consequência, os quatro atletas não participarão dos Jogos Olímpicos de Paris. A 78 dias da competição, o Brasil tem dois remadores classificados: Beatriz Tavares, do single skiff feminino, e Lucas Verthein, do single skiff masculino – ambos classificados pelo Pré-Olímpico das Américas.

Informações do Alô Alô Bahia
Foto de capa: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

  • Compartilhe: