Bahia Farm Show terá lançamento do Plano para controle de gases

A Bahia Farm Show 2024, que será realizada entre os dias 11 e 15 de junho, terá o lançamento do Plano Estadual de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas na Agricultura para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono da Bahia (Plano ABC+).

A iniciativa foi desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), em parceria da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), que vem fomentando pesquisas sobre o tema.

O plano visa reduzir a emissão e aumentar o sequestro e a fixação de gases do efeito estufa (GEE) na agropecuária estadual, incentivar o maior uso de conhecimento técnico de práticas agronômicas de conservação de solo, água e biodiversidade, e a disseminação de sistemas de produção de baixa emissão de GEE.

A iniciativa será destaque do primeiro dia da Bahia Farm Show, realizada em Luís Eduardo Magalhães.

“O Plano ABC+, que será lançado em 11 de junho, durante a Bahia Farm Show, prevê execução até 2030 com soluções embasadas em metas nas diversas tecnologias propostas. É uma estratégia do Governo do Estado para dar continuidade à política setorial para o enfrentamento à mudança do clima, no intuito de consolidar a agropecuária do estado, embasada em sistemas sustentáveis com muita ciência, estudo, e para dar continuidade a atividades fomentadoras para estabelecimento de uma agropecuária mais sustentável capaz de controlar suas emissões de GEE e conservação dos recursos naturais”, destacou o coordenador do Plano ABC+, Thiago Mendes.

Com o Plano ABC+, o Brasil assumiu um novo compromisso de reduzir 50% de suas emissões de gases de efeito estufa (GEE) até 2030 e a participação de entidades como a Aiba nesse processo é fundamental para alcançar o objetivo.

“O produtor rural já tem adotado boas práticas agrícolas que contribuem com as metas de sustentabilidade na atividade, e a parceria é importante para evidenciar o quanto essas práticas estão contribuindo com a fixação de carbono no solo além de consolidar as diferentes iniciativas realizadas na região oeste da Bahia”, disse o gerente de Sustentabilidade da Aiba, Eneas Porto.

Resultados

A Aiba mantém o Projeto de Emissão de Carbono nos diferentes sistemas de manejo de grãos e fibra no Oeste da Bahia para avaliar as modificações na emissão e captura de CO2 nos solos do Cerrado das microrregiões produtoras.

Por meio dele, são divulgados resultados parciais de CO2 em diferentes sistemas de cultivo em um estudo conduzido pela Aiba e pesquisadores com a parceria de universidades e o apoio fundamental dos produtores rurais da região.

Informações do A Tarde
Foto: Divulgação

  • Compartilhe: