AUTOMÓVEIS: 5 carros elétricos acessíveis que chegam a partir de 2024

Carros elétricos não precisam ser grandes e caros (ou pelo menos não muito grandes e muito caros). Algumas fabricantes estão finalmente vendo algum sentido econômico em fabricar EVs mais compactos e vendidos por um preço mais baixo, ao mesmo tempo que obtêm lucro.

A lista abaixo não é de forma alguma abrangente, completa ou definitiva e inclui alguns EVs que ainda não estão à venda, mas revela que pequenos carros eléctricos estão a caminho e, em alguns casos, podem carregar também algum apelo emocional.

Renault 5

Uma versão de produção do Renault 5 estreará no Salão do Automóvel de Genebra, em fevereiro. Espera-se que custe a partir de 25 mil euros na Europa, em mercados onde os incentivos a elétricos ainda estão disponíveis.

Para enfrentar os novos Mini Cooper S E e Peugeot E-208, a reinterpretação elétrica do Renault terá 3,92 metros de comprimento e será alimentado por uma bateria de 52 kWh, com alcance projetado de aproximadamente 400 quilômetros. Uma bateria menor, de 40 kWh e com autonomia reduzida, chegará na sequência. O hatch usará um sistema de 400 volts e sua velocidade máxima de carregamento deverá ficar em torno de 130 kW.

Menor do que o Megane E-Tech, o 5 (pronuncia-se “Cinque”) será o primeiro carro a utilizar a plataforma AmpR Small, que compreende uma arquitetura sob medida projetada especificamente para pequenos veículos elétricos.

Kia EV2

Assim como a Volkswagen, a estrutura de nomenclatura dos carros elétricos da Kia começou com espaço para expansão em ambas as direções, tendo começado pelo médio EV6. A empresa coreana está prestes a lançar o EV9, um SUV de grande porte, e anunciou recentemente uma versão de produção do EV5, outro SUV, juntamente com um par de conceitos elétricos menores chamados EV4 e EV3.

O EV4 é um sedã que provavelmente ficará em algum lugar entre os Tesla Model 3 e Model S, enquanto o EV3 é um SUV compacto. Poucos detalhes técnicos foram compartilhados, exceto que, como todos os carros elétricos da Kia, usarão a plataforma modular E-GMP, também utilizada por seus parentes Hyundai e Genesis.

A Kia também reconheceu planos para um carro ainda menor, provavelmente a ser chamado de EV2. Em declarações à revista inglesa Autocar, a empresa disse que o futuro modelo custará em torno de US$ 30 mil e deve aparecer em 2026. A Kia pode até estar considerando um EV1, mas não vamos nos precipitar por enquanto.

Volkswagen ID.2

Quando a Volkswagen anunciou o ID.3, em 2019, parecia óbvio que uma família de carros elétricos seria construída a partir dele. Em seguida vieram os maiores ID.4 e ID.5, e agora estamos aguardando ansiosamente uma versão de produção do conceito ID.2all, revelado pela marca alemã em março do ano passado.

Aproximadamente do tamanho de um Polo, o ID.2all eventualmente se tornará o ID.2, um carro elétrico pequeno e (um tanto) acessível, projetado principalmente para uso urbano. Em um mundo onde os carros elétricos permanecem, em sua maioria, maiores e mais caros do que seus parentes movidos a gasolina de tamanho equivalente, o ID.2 e seu tamanho compacto são algo para se entusiasmar.

A Volkswagen afirma que o carro, que deverá entrar em produção em 2025, terá autonomia de até 450 quilômetros, sendo “tão espaçoso quanto um Golf” e “tão acessível quanto um Polo”. Para se ter um contexto, o atual Polo custa cerca de US$ 25 mil nos EUA – e parte de R$ 87.990 no Brasil.

Ainda mais emocionantes são os planos da VW de colocar em produção um segundo conceito compacto, chamado ID.GTI. Baseado no ID.2all, é a primeira tentativa da empresa de criar um carro movido a bateria com seu famoso emblema GTI, junto com os icônicos detalhes vermelhos e interior xadrez. Mal posso esperar para ver como será a versão de produção, prevista para 2027.

Tesla Model 2

A Tesla não revela um carro inédito desde o Model Y, de 2019. Quanto a um EV menor, que já teve esboços e teasers revelados, a empresa sugeriu que tal veículo poderia partir de US$ 25 mil e provavelmente seria voltado para os mercados europeu e chinês, onde a demanda por elétricos compactos é maior do que nos EUA.

Previsto para ser produzido a partir de 2025 em sua fábrica de Berlim, na Alemanha, o menor e mais barato carro da Tesla não poderá custar muito mais do que o preço estimado atualmente – ou a marca norte-americana terá que ajustar seus métodos de produção para aumentar a simplicidade e reduzir custos em todas as áreas do processo de desenvolvimento e manufatura.

“Estamos trabalhando em um veículo elétrico de baixo custo que será fabricado em volumes muito altos. A revolução na fabricação que será representada por esse carro vai impressionar as pessoas. Não é como qualquer linha de produção de automóveis que alguém já tenha visto”, disse Elon Musk em dezembro, com sua habitual exuberância. O CEO da companhia também revelou que está trabalhando em uma nova plataforma que poderia reduzir os custos de construção por veículo em cerca de US$ 1.000.

Volvo EX30

O menor carro da Volvo também é o mais rápido, com a versão de motor duplo (um em cada eixo) produzindo mais de 400 cavalos de potência e acelerando até os 100 km/h em apenas 3,4 segundos – números que você esperaria apenas de um superesportivo.

Deixando de lado o desempenho absurdo, o EX30, de cerca de US$ 40 mil, é um pequeno carro elétrico inteligente, com um design atraente e um interior minimalista feito de uma série de materiais reciclados, desde jeans e caixilhos de janelas de plástico até cordas de redes de pesca abandonadas.

A versão de apenas um motor ainda é rápida, com um tempo de 0 a 100 km/h de 5,4 segundos e autonomia declarada de 360 km, graças a uma bateria de 64 kWh. Se destacam também o espaço interno e o prazer ao volante.

Informações da Forbes
Fotos: Divulgação

  • Compartilhe: