CLUB ADORO: Conheça o único vinho tinto brasileiro premiado em concurso na França

A uva Gamay é uma das mais importantes da França e produz alguns dos maiores vinhos do país. Ela tem um parentesco da casta Pinot Noir e produz o célebre Beaujolais. Mas não é só em território francês que a cepa se destaca. Há experiências bem-sucedidas na Suíça, na Itália e até no Brasil. É justamente para atestar a qualidade do vinho feito com a uva Gamay que foi criado o Concours International du Gamay.

A última edição, realizada no dia 13 de janeiro em Lyon, na França, premiou os melhores rótulos do mundo produzidos com a uva. Foram degustados 729 vinhos Gamay, avaliados por 180 especialistas internacionais, sendo que 267 foram premiados. Só podiam participar rótulos feitos como, no mínimo, 85% da casta.

Elaborado a partir de uvas Gamay, cultivadas nos vinhedos do Seival, na Campanha Meridional, a partir de dois clones franceses, Gamay Frou e Gamay de Bouze, o vinho é resultado do processo de maceração carbônica, sem adição de sulfitos e fermentação com leveduras selvagens da própria uva.

Para Adriano Miolo, diretor superintendente da Miolo Wine Group, receber este reconhecimento da Federação dos Vinhos Beaujolais é motivo de orgulho. A Miolo é pioneira no Brasil a elaborar um Gamay desta forma, a exemplo do que ocorre na França.

“Poder elaborar um vinho com baixa intervenção como este mostrou o quanto a Miolo tem processo e capacidade produtiva para colocar no mercado vinhos altamente diferenciados. Quando decidimos fazer um vinho com este conceito já percebíamos que o que era apenas uma ideia logo se tornaria uma tendência. Hoje, brindamos a consolidação de um projeto que está apenas começando”, comemora.

O Gamay brasileiro

Límpido, de coloração rubi intensa com bordas violáceas, o Gamay da Miolo apresenta alta intensidade aromática e tipicidade trazido pelo processo de maceração, com aromas de morango, goiaba e maçã caramelada. Na boca, um vinho de estrutura leve, equilibrado, extremamente agradável e descompromissado. Ideal ser degustado como aperitivo com temperatura entre 10°C e 12°C.

Devido sua baixa concentração tânica (quando amarra a boca) harmoniza muito bem com saladas, sopas, peixes, massas de molhos brancos, pizzas, carnes brancas e queijos de massa mole e semidura, com destaque para o Emmenthal.

Em 2023, foram 40 mil garrafas, numa produção limitada que historicamente esgota em poucos meses. Tem preço de R$ 70,98 na loja da marca.

Campanha Gaúcha

O Miolo Wild Gamay é um vinho que entrega toda diversidade da Campanha Gaúcha, que vem se destacando não somente nas variedades tradicionais como também em castas pouco conhecidas como a Gamay. A região na fronteira com o Uruguai e a Argentina tem um solo mais arenoso e com boa drenagem. Possui o que podemos chamar de “algo a mais”, característica encontrada em poucos lugares no mundo.

Em 2020, a região passou ter Indicação Geográfica, que atesta e garante ao consumidor um patamar mais elevado na qualidade dos vinhos. A Miolo, uma das maiores vinícolas do país, tem duas iniciativas por lá: a Almadén (com produção anual de 4 milhões de litros) e a Seival (com 1,3 milhão de litros).

No ano passado, o grupo teve dois destaques de lançamentos, um Malbec com paladar semelhante aos potentes argentinos, e um Trebbiano, um vinho branco leve que lembra os Vinhos Verdes de Portugal, propício para o verão.

Informações da Exame
Fotos: Divulgação

  • Compartilhe: