SAIU NA ADORO: Lições importantes sobre AMOR E RELACIONAMENTOS

Artigo

@patriciateubner_

Todos dizem que relacionamentos amorosos são complicados. Mas o ser humano não é fácil. Então, não poderia ser diferente!

Para facilitar a sua vida, trago algumas lições que podem ajudar você a entender melhor alguns pontos difíceis sobre relação amorosa. Espero que ajude!

Pessoas não leem mentes. Seu parceiro não vai adivinhar o que você está pensando, e nem você saberá as intenções, pensamentos ou emoções que ele possa ter. Então, expresse-se, pergunte e converse.

Pare de evitar desconforto, emoções negativas e resoluções de conflitos. Crescer dói! Então enfrente as crises, aprenda a administrar o desconforto. Adultos fazem o que gostam e o que precisa ser feito.

Aperfeiçoe sua maneira de dialogar. Você só quer falar, justificar e ter razão? É Preciso escutar com atenção, preocupar-se em compreender para encontrar soluções. O tom, o momento, a expressão corporal, as palavras, perguntar ao invés de acusar.

Nenhuma relação começa com violência ou abuso. Ela começa aos poucos, disfarçada, vai evoluindo e, às vezes, dita ser em nome do amor. Se começou uma relação assim, saia o quanto antes.

Não tenha medo da solidão, do abandono, do desconhecido ou do próprio agressor. Algumas pessoas permanecem em relações abusivas e violentas com receio de ficar só. As pessoas que vivem relações adoecidas também estão adoecidas psicologicamente e precisam de ajuda profissional.

Está tudo bem ficar sozinho um tempo. Este tempo é importante para se curar, aprender com o que aconteceu, cuidar de si e se priorizar, perseguir seus objetivos e sair com os amigos. Aprender sobre solitude é importante.

Não existe a metade da sua laranja. Cada pessoa é uma laranja inteira, um universo diferente, com percepções, desejos, criação, dores, emoções únicas e pessoais. Tenha expectativas realistas e clareza do que quer. Não existe o parceiro perfeito.

Autoconhecimento é saber também o que você busca em um relacionamento, o que é amor para você, o que é inegociável e o que é negociável. Relacionamento exige flexibilidade de ambos os lados, abrir mão de algumas coisas em algumas circunstâncias, negociar os interesses e as satisfações.

Apenas amor não é o suficiente para a relação continuar. O amor é um sentimento, mas as ações serão decisivas. A relação ainda faz sentido, mesmo havendo amor? Até onde e quando vale a pena seguir? Persista com bravura e coragem, mas saiba desistir com inteligência.

Nenhum relacionamento é uma perda de tempo. Por mais que considere o relacionamento um fracasso ou por mais curto que tenha sido, ele te ensinou algo. É se relacionando que se aprende a se relacionar.

Fazendo as mesmas coisas você não viverá relações diferentes. Para que a próxima relação seja melhor, olhe para si e aprenda com o que não deu certo, o que você pode fazer diferente? Não repita os padrões de comportamento que foram ruins.

Relacionamentos amorosos precisam ser cultivados e alimentados. Gratidão, admiração, respeito, empatia, lealdade, carinho, cuidado, gentileza, diálogo e parceria são ótimos combustíveis, assim como compatibilidade afetiva, intelectual e sexual. Você pode aprender a lidar melhor com as emoções, construir relações saudáveis e conquistar uma vida que vale a pena!

Patricia Teubner é psicóloga, especialista em clínica psicanalítica. Realiza psicoterapia individual e com casais, grupos terapêuticos e pré-natal psicológico. Atua com atendimento presencial (Barreiras-BA) e online. CRP 03/02616.

Foto: Divanildo Silva

  • Compartilhe: