BARREIRAS: Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade mantém fiscalização e reduz apreensões durante a piracema

Durante o período de piracema, que ocorre de 1º de novembro a 29 de fevereiro de 2024, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Barreiras tem realizado fiscalizações com o intuito de coibir a pesca irregular. E os resultados até o momento são animadores: uma redução de 70% nas apreensões em comparação aos anos anteriores. As equipes da Secretaria intensificam as fiscalizações durante toda a semana, quando três agentes, utilizando embarcações, percorrem tanto o perímetro da urbano quanto da zona rural, fiscalizando os rios em busca de pesca ilegal no período da piracema.

Nesse primeiro mês de fiscalização, foram apreendidos 11 equipamentos, incluindo redes, tarrafas e armadilhas. A redução expressiva nessas apreensões é um reflexo do trabalho realizado pelas equipes da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade. O diretor de fiscalização, Judson Almeida, destaca a importância dessa diminuição e ressalta que ela é motivo de alegria para todos. “Isso significa que os pescadores e a população ribeirinha estão se conscientizando sobre a importância de preservar esse período estratégico para a reprodução dos peixes”, diz.

As equipes da Secretaria têm se dedicado a repassar orientações, reforçando as diretrizes e normas que proíbem a pesca durante a piracema, exceto para a subsistência. “Nossas equipes continuarão atuando de forma incansável, realizando as fiscalizações necessárias para garantir a preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade ambiental da região. É fundamental que a população continue cooperando e respeitando as medidas de proteção estabelecidas para a piracema, assegurando a manutenção das espécies de peixes e a preservação dos ecossistemas aquáticos de Barreiras e região Oeste”, alerta o secretário da pasta, Demósthenes Júnior.

Informações e Fotos: Dircom/PMB

  • Compartilhe: