20 DE NOVEMBRO: Dia da Consciência Negra marca luta contra o racismo, exclusão e desigualdade

O dia 20 de novembro foi a data criada para lembrar a resistência contra o racismo, que foi protagonizada por Zumbi dos Palmares, morto em 20 de novembro de 1695. Zumbi foi o maior líder do Quilombo dos Palmares e símbolo do combate à discriminação.

A Lei Federal n° 12.519, de 2011, criou oficialmente o Dia da Consciência Negra. Mas a ideia de lembrar e conscientizar a população no combate ao racismo surgiu na década de 1970,com os movimentos sociais que abraçaram a causa.

Para conscientizar sobre a data, listamos 10 filmes que abordam a luta contra o racismo:

1. Harriet – O Caminho para a Liberdade (2019)

Dirigido por Kasi Lemmons, o longa é estrelado por Cynthia Erivo (Outsider) no papel de Harriet. Ela é uma abolicionista, que após conseguir sua liberdade, resgatou centenas de pessoas escravizadas nos Estados Unidos. O filme foi indicado a duas categorias no Oscar, incluindo Melhor Atriz para Erivo.

No elenco, Leslie Odom Jr. (Glass Onion), Janelle Monáe (Moonlight) e Joe Alwyn (A Favorita) são listados como William, Marie e Gideon. Harriet – O Caminho para a Liberdade está disponível para aluguel no Apple TV+ (R$ 9,90) e Claro TV+ (R$ 6,90). Atualmente, o longa é avaliado em 6,7 pontos no IMDb e tem 74% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes.

2. Emancipation – Uma História de Liberdade (2022)

Baseado em história real, o filme fala sobre Peter, um homem escravizado que embarca na longa jornada para escapar das torturas e reencontrar sua família. O protagonista ganha vida com Will Smith, que contracena com Charmaine Bingwa (Árvores da Paz) e Mustafa Shakir (Luke Cage) nos papéis de Dodienne e Cailloux. A direção é assinada por Antoine Fuqua. No IMDb, Emancipation – Uma História de Liberdade está com 6,2 pontos. Já no Rotten Tomatoes, a avaliação dos críticos é abaixo da média, com apenas 45% de aprovação. O longa está disponível no Apple TV+.

3. Clotilda: O Último Barco de Escravos (2022)

O documentário fala sobre o navio Clotilda, considerado o último transporte ilegal de pessoas escravizadas para os Estados Unidos. Em 1860, 110 africanos foram retirados de suas casas, à caminho do Alabama. No filme, disponível no Star+ e Apple TV+, arqueólogos tentam descobrir a verdade sobre o que aconteceu e desenterrar crimes do passado, analisando destroços do navio que naufragou. A direção e roteiro é de Lisa Feit e o documentário conta com 7,8 pontos no IMDb.

4. Rituais Sulistas (2015)

A fotógrafa Gillian Laub, que também dirige o documentário, revisita a região de Montgomery, no Estado da Geórgia, após a liberação de bailes de formaturas interraciais. Ainda nos anos 2000, o local proibia festas com negros e brancos. A diretora mostra o que mudou e o que continua o mesmo na cidade sulista dos EUA, com depoimentos de jovens e adultos locais. O filme está disponível no HBO Max, com 6,6 pontos no IMDb.

5. Malcom X (1992)

O drama biográfico, dirigido e produzido por Spike Lee, conta a história de Malcom X, um dos maiores ativistas pela igualdade racial nos Estados Unidos, assassinado em 1965. Denzel Washington (O Protetor) interpreta Malcom X, enquanto Angela Bassett (Os Donos da Rua) e Delroy Lindo (Irmãos de Sangue) são listados como Betty e Archie.

O filme está disponível no Claro TV+ e Run Time (via Roku TV), com 7,7 pontos no IMDb e 89% de avaliação positiva da crítica no Rotten Tomatoes. A produção foi indicada a dois prêmios no Oscar, com menção de Melhor Ator para Washington.

6. A 13ª Emenda (2016)

O documentário original da Netflix fala sobre a alteração na Constituição norte-americana, que após abolir a escravidão nos Estados Unidos, afirma que criminosos podem ser privados de liberdade. Assim, o filme mostra como o sistema penitenciário continua lucrando em cima de pessoas negras, com o encarceramento em massa. Para a produção, a diretora Ava DuVernay entrevista ex-presidiários e diversos estudiosos das áreas de Direito, Sociologia e História. No IMDb, o filme é avaliado em 8,2 pontos e tem 97% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes.
A 13ª Emenda fala sobre encarceramento da população negra nos EUA — Foto: Reprodução/Netflix

7. Estrelas Além do Tempo (2016)

Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe são Katherine, Dorothy e Mary, no filme baseado em mais uma história real, com direção de Theodore Melfi. No enredo, o trio de mulheres negras lidera a maior operação tecnológica da NASA durante a Guerra Fria. Isso acontece quando o país — e o laboratório — está dividido entre homens e mulheres, além de brancos e negros. O longa foi indicado a três Oscars, incluindo o de Melhor Filme. Disponível no Disney+, Estrelas Além do Tempo tem 7,8 pontos no IMDb, além de 93% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes.

8. Till – A Busca por Justiça (2022)

O jovem Emmett Till é brutalmente linchado após assobiar para uma mulher branca, na década de 50, no Mississippi. Sua mãe, Mamie, busca justiça e se dedica a expor o crime bárbaro do qual seu filho foi vítima. O longa conta a história real de Emmett e Mamie, interpretados por Jalyn Hall (Valentes) e Danielle Deadwyler (Recomeço).

A direção ficou por conta de Chinonye Chukwu e o filme tem 7,2 pontos no IMDb, assim como 96% de aprovação da crítica especializada no Rotten Tomatoes. Atualmente, Till – A Busca por Justiça está disponível no catálogo do Amazon Prime Video.
Till – A Busca por Justiça relembra linchamento de jovem de 14 anos, na década de 50 — Foto: Reprodução/IMDb

9. 12 Anos de Escravidão (2013)

Dirigido por Steve McQueen, o filme conta a história real de Solomon Northup, um homem livre que é sequestrado e vendido como uma pessoa escravizada no século XIX. O roteiro leva como base o livro de memórias escrito pelo próprio Solomon. O elenco conta com Chiwetel Ejiofor (2012) como o protagonista, além de Lupita Nyong’o (Nós) e Brad Pitt (Clube da Luta) nos papéis de Patsey e Samuel.

Ao todo, 12 Anos de Escravidão ganhou três prêmios no Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Atriz Coadjuvante para Nyong’o. Disponível no Star+, o longa acumula 8,1 pontos no IMDb e tem 95% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes.

10. Infiltrado na Klan (2018)

Outro filme com direção de Spike Lee, Infiltrado na Klan é baseado em fatos reais e conta a história de um policial negro que, com ajuda de um comandante judeu, consegue se infiltrar na Ku Klux Klan. O longa é protagonizado por John David Washington (Tenet), Adam Driver (Casa Gucci) e Topher Grace (That 70’s Show), nos papéis de Ron, Flip e David. A produção, disponível no Amazon Prime Video, ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. As avaliações nos sites agregadores de crítica também são positivas, com 7,5 pontos no IMDb e 96% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Informações de Techtudo.
Foto: Freepik

  • Compartilhe: