BARREIRAS: Prefeitura avança nas obras de recuperação ambiental do antigo lixão do município

Com o objetivo de solucionar os problemas ambientais provocados pelo acúmulo não ambientalmente adequado dos resíduos sólidos depositados ao longo de três décadas na área do antigo lixão, a Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade vem avançando na execução do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas- PRAD, para minimizar os impactos ambientais causados pela disposição de resíduos sólidos no solo, tendo como fundamentos as normas estaduais e nacionais de preservação de áreas degradadas, baseados na Associação Nacional de Normas Técnicas- ABNT, Conselho Nacional de Meio Ambiente-CONAMA e a Lei Federal nº 12.305/2010 que dispõe da Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

O município de Barreiras desde maio de 2022 iniciou a disposição ambientalmente adequado dos resíduos sólidos domésticos através de um novo aterro sanitário e desde então, elaborou um Plano de Recuperação de áreas degradadas no antigo lixão realizando a avaliação geral do município sobre condições climáticas, condições sociais, econômicas e populacionais.

Além disso, foram quantificados os resíduos que são gerados e sua composição gravimétrica, resultando neste relatório de dados sobre uma síntese das etapas e atividades relacionadas à concepção do projeto contendo as alternativas tecnológicas e locacionais, a metodologia para avaliar eventuais impactos ambientais sofridos e que possam ser gerados no futuro pós desativação do recebimento de resíduos, bem como, as medidas a serem tomadas para minimizar esses impactos.

Desde o início das obras e serviços previsto no PRAD, já foram executadas ações de limpeza prévia com remoção da vegetação rasteira do local, possibilitando visualizar os resíduos a serem remanejados; a escavação e transporte para remanejo de resíduos, espalhamento e compactação de resíduos sólidos; execução parcial do recobrimento dos resíduos; execução do sistema horizontal de drenagem de chorume e a lagoa de tratamento do chorume, que é um material altamente contaminante, dentre outras ações, que já correspondem a mais de 80% dos trabalhos concluídos.

Em visita ao antigo lixão nesta quinta-feira (15), o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Demósthenes Júnior, acompanhado do secretário de Infraestrutura, Obras, Serviços Públicos e Transportes, João Sá Teles e do engenheiro civil da 3M Ambiental, Christopher D’Cezares, avaliou os trabalhos do PRAD em fase conclusiva.

“Estamos resolvendo um grande passivo ambiental que perpetuava por quase trinta anos neste antigo lixão de Barreiras. A forma que estava sendo realizada a disposição dos resíduos sólidos urbanos gerava sérios problemas de saúde pública, como a proliferação de vetores de doenças (moscas, mosquitos, baratas, ratos), geração de gases que causam odores desagradáveis e intensificação do efeito estufa e, principalmente, a poluição do solo, das águas superficiais e subterrâneas pelo chorume líquido de coloração escura e de elevado potencial poluidor, produzido pela decomposição da matéria orgânica contida nos resíduos. As obras se encontram em fase avançada e estamos felizes com os resultados, isso demonstra a sensibilidade e o compromisso do prefeito Zito Barbosa em solucionar esse problema ambiental que ocorria há anos em nosso município”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Informações e Fotos: Dircom/PMB

  • Compartilhe: