ENTRETÊ: Virginia Fonseca é a celebridade que mais influencia a geração Z

A influenciadora e empresária Virginia Fonseca foi considerada a celebridade que mais se conecta com a geração Z do Brasil, criando tendências e ditando moda entre jovens que nasceram entre 1995 e 2015. A informação foi divulgada nesta semana, através da pesquisa feita pelo Instituto Ipsos.

A categoria em questão trata-se da Modernidade e Conexão Jovem da pesquisa. A coleta de dados levou em consideração pessoas de até 24 anos.

O segundo lugar do ranking é ocupado pela também influenciadora Viih Tube. Já a terceira colocação está a apresentadora e atriz Maisa. Confira ranking:

A influenciadora e empresária Virginia Fonseca foi considerada a celebridade que mais se conecta com a geração Z do Brasil, criando tendências e ditando moda entre jovens que nasceram entre 1995 e 2015. A informação foi divulgada nesta semana, através da pesquisa feita pelo Instituto Ipsos.

A categoria em questão trata-se da Modernidade e Conexão Jovem da pesquisa. A coleta de dados levou em consideração pessoas de até 24 anos.

O segundo lugar do ranking é ocupado pela também influenciadora Viih Tube. Já a terceira colocação está a apresentadora e atriz Maisa.

Confira ranking:

Virginia Fonseca – youtuber, influenciadora digital, empresária e mulher do cantor Zé Felipe;

Viih Tube – influencer digital, atriz e ex-participante do BBB;

Maisa – atriz, apresentadora e cantora;

Bruna Tavares – empresária do ramo de beleza;

Marina Ruy Barbosa – atriz e empresária;

Mari Maria – empresária do ramo de beleza.

Para a execução da pesquisa Celebrities Mais Influentes de 2023 foram entrevistadas 2.000 pessoas representando todas as cinco regiões do Brasil, no período entre 27 de julho e 7 de agosto de 2023. A margem de erro associada à pesquisa é de mais ou menos 2,2 pontos percentuais.

Geração Z é menos empática?

Uma pesquisa do Grupo Rabbit ouviu 28 mil famílias com filhos em escolas particulares do Brasil e sugere um menor engajamento social das crianças e adolescentes. O levantamento foi respondido pelos pais e responsáveis por alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental I, e pelos próprios estudantes do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio, em maio deste ano.

A pesquisa quis saber como esses jovens da geração Z se imaginavam aos 40 anos. As três prioridades não variaram entre os grupos, sendo “Qualidade de vida e bem-estar físico e mental”, “Ter paixão pelo que faz” e “Remuneração e tranquilidade financeira”.

O estudo também confirma que as crianças e adolescentes passam mais tempo diante das telas do que o recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

Informações do A Tarde.
Foto: Reprodução/Instagram

  • Compartilhe: