SAIU NA ADORO: Recuperação e cuidado através da fisioterapia no pós-parto imediato 

@estelawendlerfisioterapia

@ftsabrinagomes

A gravidez é um momento único na vida de uma mulher. Durante a gestação e após o parto, a mulher passa por diversas mudanças que acabam trazendo alterações para o seu corpo. No pós-parto as modificações são mais intensas, e para a mulher que está vivendo esse momento, a fisioterapia surge como uma grande aliada.

Idealizada em 2019, a Fisioterapia Pós-Parto Imediato (FPPI) é uma técnica importante que visa prestar uma assistência fisioterapêutica imediata, ainda na maternidade, para essa puérpera, tendo como objetivo principal uma recuperação mais rápida e de qualidade. Em Luís Eduardo Magalhães, a FPPI é desenvolvida pelas fisioterapeutas Sabrina Gomes e Estela Wendler. 

Dra. Sabrina explica que o primeiro atendimento é realizado 24 horas após o parto, ainda na maternidade, independentemente de ter sido parto normal ou cesárea. “As demais sessões são semanais e realizadas no domicílio da paciente, proporcionando maior comodidade nesse momento de cuidados com o bebê”, explica.

A técnica emprega uma variedade de recursos terapêuticos, manuais e eletroterapêuticos que ajudam a cicatrizar os tecidos mais rápido, combatem a dor e a inflamação. A bandagem elástica (tapping) na região abdominal por sua vez é muito utilizada e traz diversos benefícios, como informa a Dra. Estela. “Dentro dos benefícios estão controle da fase inflamatória, redução do edema (inchaço), redução das equimoses (manchas roxas), prevenção do seroma e das fibroses, redução da dor e da tensão dos tecidos próximos às cicatrizes, evitando assim as deiscências de sutura (abertura dos pontos) na cesariana.” Ela ressalta ainda que o atendimento é personalizado e adaptado às necessidades individuais de cada mãe.

A importância da Fisioterapia no Pós-Parto Imediato vai além do aspecto físico. A Dra. Sabrina enfatiza que o tratamento também contribui significativamente para a saúde mental das novas mamães. “O FPPI auxilia na saúde física e mental da puérpera, pois cuidamos do seu corpo e da sua autoestima nessa nova fase da sua vida, que geralmente é voltada para os cuidados com o recém-nascido”, afirma.

Por ser um método relativamente novo, para que o tratamento seja feito com excelência é necessário o acompanhamento regular com uma profissional que disponha de expertise e recursos terapêuticos. Essa preocupação é para que o processo de recuperação, um momento tão delicado, não apresente nenhuma intercorrência. “Você merece uma boa recuperação no seu pós-parto”, conclui Dra. Estela. 

Foto: Guilherme Augusto

  • Compartilhe: