AGRONEGÓCIO: Maior encontro de conicultura do Nordeste e Matopiba acontecerá no Oeste da Bahia

No dia 15 de julho, Dia do Algodão 2023, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) realizará o maior encontro da cotonicultura de todo o Nordeste e Matopiba. O evento acontecerá em meio a uma lavoura de algodão, na Fazenda Panorama, do Grupo SLC Agrícola, no município de Correntina/BA.

De acordo com a entidade, na oportunidade, serão abordados temas relacionados ao mercado, sustentabilidade, qualidade, rastreabilidade, agricultura do futuro, e outros temas.

O Dia do Algodão contará com estações técnicas e palestras, ministradas por profissionais renomados do ramo da cunicultura, ligados à Abapa, ao grupo SLC Agrícola, e a outras entidades e empresas do ramo.

A programação será realizada entre as 7h30 e 13h30. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no site da Abapa.

Localização

A Fazenda Panorama fica localizada às margens da BR-020, no km 67, em Correntina, no Oeste Baiano.

Programação

 

Dia do Algodão

O Dia do Algodão é uma data comemorativa que tem como objetivo valorizar e promover a importância do algodão na economia, na indústria têxtil e no cotidiano das pessoas. Celebrado no dia 15 de julho, essa data busca destacar a relevância dessa fibra natural e homenagear todos os profissionais envolvidos em sua produção, desde os agricultores até os trabalhadores da indústria têxtil.

O algodão é uma matéria-prima fundamental para a fabricação de diversos produtos, como roupas, tecidos, itens de cama, mesa e banho, entre outros. Além de ser versátil, o algodão possui características como maciez, conforto, durabilidade e capacidade de absorção, o que o torna uma escolha popular tanto para o vestuário quanto para outros usos domésticos.

No Brasil, o Dia do Algodão também é uma oportunidade para destacar a importância da cultura do algodão no setor agrícola do país. O Brasil é um dos principais produtores e exportadores mundiais de algodão, com regiões como o Oeste da Bahia desempenhando um papel significativo nessa produção. O cultivo do algodão gera empregos, movimenta a economia e contribui para o desenvolvimento sustentável das comunidades agrícolas.

A data também é uma oportunidade para abordar questões relacionadas à sustentabilidade na produção de algodão. Cada vez mais, a indústria têxtil e os consumidores estão valorizando práticas agrícolas e de processamento sustentáveis, como o uso responsável de recursos naturais, a redução do uso de agroquímicos e a adoção de técnicas de cultivo que minimizem o impacto ambiental.

Informações de Agência Sertão
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: