BAHIA FARM SHOW: Lula participa da Feira e defende harmonia entre grandes e pequenos produtores

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participou da abertura da Bahia Farm Show, considerada a maior feira de agronegócios do Norte de Nordeste, na manhã desta terça-feira (6), em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia.

Foi a primeira vez que o presidente participou de um evento voltado ao agronegócio neste terceiro mandato. No evento, voltado para grandes produtores, Lula defendeu uma relação harmônica entre o agro e o pequeno produtor.

“Outra polêmica que eu acho maluca é o pequeno proprietário e o agronegócio. São duas coisas totalmente necessárias para o país. Não há rivalidade, não há porque o preconceito do grande contra o pequeno ou do pequeno contra o grande. O Brasil precisa dos dois porque os dois ajudam o Brasil”, disse.
O presidente completou dizendo que é preciso parar de construir rivalidade entre os grandes do agro e os pequenos produtores.

“Então, pelo amor de Deus, é preciso parar de construir rivalidade onde ela não existe. A gente não pode dar corda pro discurso, ignorante. Por que eu poderia ser contra um produtor rural que quer terra para trabalhar? Por que eu poderia ser contra um grande produtor que está produzindo e vendendo sua soja ou fazendo o brasil voltar a plantar algodão, coisa que o brasil tenha deixado de plantar?”

Antes do evento, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que estava previsto o anúncio de mais R$ 7,6 bilhões para investimento em sustentabilidade, ampliação da capacidade de armazenagem e segurança alimentar.

O aporte financeiro seria disponibilizado através dos Programas Agropecuários do Governo Federal (PAGF), e no BNDES Crédito Rural, com recursos disponibilizados ao longo do ano.

De acordo com o BNDES, haveria assinatura de um ato para liberação de R$ 3,6 bilhões para o Plano Safra (Safrinha) e de R$ 4 bilhões em linha de financiamento em dólar para investimentos no Crédito Rural – para a construção e ampliação de armazéns, obras de irrigação, formação e recuperação de pastagens, geração e distribuição de energia de fontes renováveis e regularização ambiental da propriedade.

No entanto, durante o evento, não houve anúncios. O g1 procurou o BNDES e o Planalto, mas ainda não obteve resposta.

Com os investimentos anunciados na Bahia Farm Show, o BNDES terá disponibilizado, no primeiro semestre de 2023, aproximadamente R$ 11 bilhões ao setor agropecuário.

Lula chegou na Bahia às 9h50, no aeródromo da cidade, acompanhado da primeira dama Janja e dos ministros Carlos Fávaro, da Agricultura e Pecuária; André de Paula, da Pesca e Aquicultura; Paulo Teixeira, do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar; Rui Costa, da Casa Civil; Renan Filho, dos Transportes, e Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação.Com expectativa de movimentar mais de R$ 7,9 BI, maior feira de agronegócios do Norte e Nordeste começa nesta terça na Bahia.

Também participaram do evento o presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Odacil Ranzi, o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, autoridades federais, estaduais, regionais, além de agricultores da região do Matopiba.

Antes da cerimônia de lançamento, o presidente visitou as exposições da Bahia Farm Show, que tem expectativa de movimentar mais de R$ 7,9 bilhões nesta edição, e receber mais de 100 mil visitantes.

O presidente deixou Luís Eduardo Magalhães por volta das 13h30, com destino ao Recife. Na capital de Pernambuco, Lula deve visitar as instalações do Polo Automotivo da cidade de Goiana e participar da cerimônia de abertura do empreendimento.

Informações do G1.
Foto: Ricardo Stuckert

  • Compartilhe: