CIRCUITO GASTRÔ: Conheça o churrasco de vísceras, corte que surpreende pela maciez e sabor

A primeira impressão que se tem quando se fala em entranha é pensar que são as vísceras do boi. Mas ledo engano. O corte surpreende o paladar pela maciez e sabor e pode ser um destaque no seu churrasco.

Com o nome de entranha, diafragma, ou em inglês skirt steak, o corte é ainda desconhecido entre os brasileiros, porém famoso na Argentina. Não se sabe ao certo se o aumento do consumo desse corte barato no país vizinho se deu por uma crise econômica, mas com certeza é um prato popular por lá.
O gado europeu da Argentina, com tamanho maior, possibilita extrair o corte, diferentemente do nelore, raça predominante por aqui e de porte pequeno, fazendo com que os açougues nacionais não considerem vender a peça.

A entranha é um corte colado na parte interna da costela, bem no diafragma do boi. O corte se assemelha com a fraldinha red, porém é comprido, fino e com fibras largas de ponta a ponta. Existem dois tipos de entranha: a fina, localizada no diafragma, e a grossa, escondida perto da costela minga.

Como encontrar no Brasil?

Como explicado anteriormente, em açougues é mais difícil achar esse corte. Algumas boutiques de carne, porém, já começaram a oferecer a peça de entranha.

O preço pode variar de acordo com a qualidade do boi, mas é possível encontrar a partir de 35 reais chegando a 90 reais o quilo.

Para fazer o assado

Por ser uma carne suculenta e com sabor intenso, temperar somente com sal e pimenta-do-reino já é o suficiente. Recomenda-se assar a peça por inteiro. Na churrasqueira, asse em braseiro forte a 20 centímetros da brasa até selar os dois lados.

A melhor forma de consumir a entranha é ao ponto ou ponto para mal. Se for bem passada a carne pode sofrer alteração tanto no gosto como na textura, ficando muito borrachuda. Trata-e de uma boa opção de aperitivo para os convidados.

Informações da Exame.
Fotos: Reprodução

  • Compartilhe: