MERCADO: Toblerone é proibido de se intitular chocolate suíço e usar logo de alpes

As barras Toblerone não serão mais chamadas de chocolate suíço, e o pico da montanha Matterhorn deixará de ser impresso como logotipo para cumprir a legislação da Suíça.

O que aconteceu?

  • A Mondelez, dona da marca, anunciou que está transferindo parte da produção do Toblerone para a Eslováquia.
  • Chocolates feitos no exterior não podem ser chamados de suíços, prevê a rígida regra de rotulagem do país.
  • Alimentos que usam símbolos nacionais ou que dizem ser “fabricados na Suíça” devem ter pelo menos 80% de matérias-primas provenientes da Suíça ou 100% no caso do leite e produtos lácteos, diz a lei suíça.
  • O processamento essencial de um produto “fabricado na Suíça” também deve ocorrer no país. Há uma exceção para produtos naturais que não são encontrados na Suíça, como o cacau.
  • A Toblerone também deverá trocar o logotipo para uma montanha genérica, informou o jornal Aargauer Zeitung. Hoje, a marca faz referência à Matterhorn, a montanha mais conhecida dos Alpes.

O redesenho da embalagem apresenta um logotipo de montanha modernizado e aerodinâmico que se alinha com a estética geométrica e triangular.”, disse o porta-voz da Mondelez ao jornal suíço Aargauer Zeitung.

Na embalagem do Toblerone, consumidores lerão “estabelecido na Suíça” em vez de “da Suíça”.

Informações da UOL.
Foto: Divulgação

  • Compartilhe: