SEGURANÇA: Confira 7 dicas para proteger seu celular durante o Carnaval

Mais de 15 milhões de pessoas curtindo o Carnaval nas ruas somente em São Paulo. Em todo o Brasil, esse número vai às alturas, assim como também os furtos e golpes relacionados a celulares nesta época. Segundo dados da Anatel, em 2022, foram quase um milhão de pedidos de bloqueio de celulares por furto ou roubo durante o período. Considerando o clima de Carnaval, o celular é peça-chave seja para chamar um taxi, voltar para casa, se comunicar com amigos para encontrá-los nos bloquinhos ou realizar pagamentos por aproximação.

“Essas situações podem expor as pessoas caso um criminoso esteja por perto, e a prevenção é a melhor estratégia para evitar dores de cabeça”, afirma Fabiano Tricarico, diretor de consumo da Kaspersky para Américas. De acordo com André Carneiro, Senior Managing Director da Sophos no Brasil, é importante se preocupar com o celular muito além do aparelho em si, mas, sobretudo, com os dados, aplicativos e tipos de informações que possuímos em nossos smartphones.

O executivo da Sophos separou dicas de segurança para proteger dados e informações dos celulares durante os dias de folia.

(1) Antes de sair para celebrar o carnaval, realize um backup do seu aparelho e copie seu código IMEI para um papel
“Como medida de prevenção, é importante que antes de ir até o destino onde irá curtir o Carnaval, realize um backup do aparelho celular. Essa precaução garante que, caso aconteça algum incidente durante este período, você possa recuperar seus dados rapidamente. Além disso, ter seu código IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel) anotado é fundamental, já que este é um número único do aparelho e o ajudará a bloqueá-lo, se necessário”, diz André.

2) Apague temporariamente aplicações críticas que envolvam temas financeiros, compras, mensagens e redes sociais
“Durante as festividades, deixe no celular somente aplicativos essenciais que irá utilizar no Carnaval. E-mails, sites de compras online, mais de um aplicativo bancário e redes sociais que não serão utilizados devem ser apagados e podem ser reinstalados após a folia, evitando assim invasões, roubos e sequestros de dados.”

3) Notifique seu banco e, depois, sua operadora imediatamente caso tenha o celular roubado ou furtado
“Caso tenha o celular roubado ou furtado, entre em contato imediatamente com seu banco para solicitar o bloqueio das suas transações de PIX e de cartões de crédito instalados no aparelho. Também é recomendado contatar a operadora de telefonia e solicitar o bloqueio imediato da linha telefônica, bem como do aparelho através do código IMEI.”

4) Se possível, use um celular de menor valor e somente um por grupo
“Se estiver curtindo o carnaval em grupo, combine com todas as pessoas que somente um aparelho será levado para a festa ou celebração, compartilhando os aplicativos necessários. “Adotar um celular temporário de menor valor durante o período também é uma boa prática, assim se evita maiores perdas financeiras em caso de furto ou roubo.”

5) Use o bolso frontal para guardar o celular, bem como bolsas e mochilas
“Criminosos buscam facilidade. Assim, o uso do bolso frontal, bem como de mochilas e bolsas na parte da frente, indica para o criminoso que será muito mais difícil o acesso ao aparelho. Carteiras, cartões de crédito e dinheiro devem ter a mesma proteção.”

6) Fique atento durante tumultos propositais: os momentos de distração são os preferidos para a prática de crimes
“Nas festas de pré-carnaval, os criminosos utilizaram até spray de pimenta para facilitar a criação de tumultos propositais e utilizar da distração das pessoas. É fundamental que todos estejam atentos a esses incidentes e protejam seus pertences.”

7) Procure um local seguro, preferencialmente próximo ao policiamento, se precisar acessar seu celular
“Caso seja inevitável o uso do celular, faça-o da forma mais segura possível, como em áreas com maior tranquilidade e, preferencialmente, próximo ao policiamento do local. Dessa forma, é mais fácil prevenir furtos durante o uso do aparelho. Todas estas medidas são essenciais para dificultar ao máximo as ações dos criminosos. Estar sempre atento e ser ágil na tomada de decisões após ser vítima de um caso de roubo ou furto são primordiais para diminuir os prejuízos. Existem diversas quadrilhas especializadas, tanto no roubo dos aparelhos celulares para venda no comércio ilegal, quanto para a realização de transações financeiras indevidas, principalmente por meio do PIX e de cartões de crédito. Grandes eventos como o carnaval, infelizmente, são os momentos em que mais presenciamos o aumento destas práticas criminosas – temos sempre que tomar cuidado”, conclui o executivo da Sophos.

Informações da Forbes.
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: