PROCESSO BILIONÁRIO: Entenda por que Alberto Safra está processando a própria mãe

Com uma ação aberta na segunda-feira (6) na Suprema Corte do Estado de Nova York, nos Estados Unidos, o bilionário Alberto Safra entrou com um processo contra a mãe e dois irmãos, informou a Reuters. A disputa envolve a fortuna do pai, Joseph Safra, morto em 2020.

De acordo com a agência de notícias, no processo, Alberto acusa a mãe, Vicky Safra, e irmãos Jacob e David Safra de diluírem propositalmente a participação dele na holding do Safra National Bank. O intuito seria expulsá-lo do império familiar.

Ainda segundo a Reuters, Alberto afirma que a mãe e os irmãos se envolveram em atos de improbidade corporativa para prejudicar os interesses dele na empresa.

“Em razão de atos ilegais e agressivos praticados por seus irmãos, Alberto Safra não teve alternativa senão ingressar com ação judicial na Suprema Corte de Nova York para proteger os seus direitos”, afirmou o autor da ação, em nota.

“É lamentável que David e Jacob Safra tenham tomado tais ações ilegais. Por meio da ação judicial, Alberto Safra busca a proteção dos seus direitos.”

Alberto renunciou ao conselho de administração do Safra em novembro de 2019, após uma disputa com seu irmão mais novo, David. Em 2021, Alberto e a família chegaram a se aproximar de um acordo sobre o testamento de seu pai, para evitar litígios sobre uma fortuna de quase US$ 15 bilhões, segundo a Reuters.

Após a ação aberta nesta segunda na Suprema Corte do Estado de Nova York ter se tornado pública, a família Safra divulgou uma nota na qual afirmou que, poucos meses após ter recebido a doação dos pais como antecipação de sua herança, Alberto deixou o Banco Safra sem atender aos apelos feitos pelo seu pai e iniciou um negócio próprio.

No comunicado família Safra afirmou ainda que Joseph, na época, conversou com diversos executivos solicitando que não acompanhassem Alberto.

“Após diversas recusas de Alberto de mudar seus planos, Joseph o deserdou e tomou medidas naquele momento. Agora Alberto promove disputa contra toda a família, dizendo que o pai não teria motivos para fazer o que fez, alegando tratar-se de uma conspiração para prejudicá-lo. A Família lamenta o caminho adotado por Alberto, que primeiro atentou contra o pai em vida e agora o faz contra sua memória, e refuta suas alegações”, diz a nota.

O que diz a família Safra

Leia, abaixo, a íntegra da nota da família Safra:

“Poucos meses após receber doação do Sr. Joseph, como antecipação de sua herança, Alberto deixou o Banco Safra, sem atender aos apelos feitos pessoalmente pelo seu pai e iniciou negócio concorrente ao Banco Safra, tendo, inclusive, assediado e contratado vários executivos do Grupo.

Nessa ocasião Sr. Joseph conversou com diversos executivos solicitando que não acompanhassem Alberto em sua empreitada, já que se tratava de uma afronta a ele próprio.

Após diversas recusas de Alberto de mudar seus planos, Sr. Joseph o deserdou e tomou medidas naquele momento.

Agora Alberto promove disputa contra toda a família, dizendo que o pai não teria motivos para fazer o que fez, alegando tratar-se de uma conspiração para prejudicá-lo.

A Família lamenta o caminho adotado por Alberto, que primeiro atentou contra o pai em vida e agora o faz contra sua memória, e refuta suas alegações”.

Informações do G1.
Foto: Silvana Garzaro/ Estadão

  • Compartilhe: