SAÚDE: Vacina contra câncer de pele apresenta resultados positivos

Uma vacina contra o câncer de pele, aliada a imunoterapia, teve redução de 44% no risco de reincidência da doença ou morte em pacientes com melanoma de estágios III ou IV. A boa notícia foi anunciada pelas farmacêuticas Moderna e MSD.

O imunizante está na fase 2 de testes e vai entrar em fase final de estudo. Ele foi desenvolvido através do RNA mensageiro (RNAm), a mesma tecnologia utilizada na vacina contra a Covid-19.

A fase 2 do estudo combinou a vacina mRNA-4157/V940 e a imunoterapia Keytruda, que funciona no aumento da capacidade do sistema imune do corpo para ajudar a detectar e combater as células tumorais em pacientes com câncer de pele nos estágios III e IV, que já haviam passado por resseção cirúrgica completa.

Situações diferentes foram observadas em 14,4% dos pacientes que receberam a combinação do imunizante e Keytruda, comparando com 10% que receberam apenas Keytruda e foram consistentes com os casos relatados no ensaio clínico de fase 1.

Agora, a Moderna e a MSD pretendem discutir os resultados com as autoridades regulatórias para iniciar a fase 3 do estudo em 2023. O Brasil é o segundo país no mundo com o maior índice de câncer de pele.

Informações do A Tarde.
Foto: Freepik

  • Compartilhe: