TECNOLOGIA: Netflix lança plano de assinatura com anúncios; saiba como funciona

Em 2019, a Netflix disse em uma carta aos acionistas “nós… estamos sem publicidade” e acrescentou que ser livre de comerciais é uma “parte profunda de nossa proposta de marca”.

Isso tudo mudou nessa semana, quando o líder de streaming lançou o “Basic with Ads” o plano de assinatura suportado por anúncios muito esperado da plataforma.

A categoria custará US$ 6,99 por mês nos Estados Unidos, onde já está disponível. Também está sendo lançada no Canadá, Austrália, Brasil, França, Itália, Alemanha, Japão, Coréia, México, Espanha e Reino Unido em vários preços.

A empresa falou que “os planos e membros atuais não serão afetados” e que “‘Basic with Ads’ complementa nossos planos Basic, Standard e Premium sem anúncios existentes”.

O novo tipo de assinatura terá a maior parte do que está disponível no atual plano básico de US$ 9,99 por mês da Netflix. No entanto, a opção “Basic with Ads” incluirá uma média de quatro a cinco minutos de comerciais por hora. Esses anúncios terão 15 ou 30 segundos de duração e serão exibidos antes e durante séries de TV e filmes.

Embora a maioria dos assinantes atuais não veja muita mudança – a menos que mude para o novo plano, é claro – o lançamento da Netflix com anúncios é um dos momentos mais significativos dos 25 anos de história da empresa.

O CEO Reed Hastings causou grande surpresa por Hollywood e Madison Avenue em abril, quando disse que a gigante do streaming estava aberta a comerciais. Hastings há anos insiste em não colocar anúncios na plataforma.

Mas a empresa não pode mais se ater a essa estratégia. A Netflix teve um ano terrível. A plataforma perdeu assinantes pela primeira vez em mais de uma década e teve suas ações despencando. Eles informou, no mês passado, que estão crescendo novamente, mas a companhia precisa mostrar aos investidores que pode gerar receita, mesmo com o crescimento estagnado de assinantes.

“Como discutimos nos últimos trimestres, melhorar nossa estratégia de preços é um foco importante de curto prazo”, escreveu a empresa no mês passado, acrescentando que “a reação dos anunciantes até agora tem sido extremamente positiva”.

Em julho, a Netflix anunciou que fará parceria com a Microsoft para aprimorar as vendas e a tecnologia do novo plano.

“Acreditamos que mais opções, especialmente para consumidores mais conscientes dos preços, se traduzirão em receita incremental significativa e lucro operacional ao longo do tempo”, falaram no mês passado. “Dito isso, ainda é muito cedo e, como mantemos nossos planos existentes sem anúncios, levará tempo para construir nossa base de membros e a receita de anúncios associada.”

Informações da CNN.
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: