MUNDO: Conheça o novo visto que permite morar em Bali por até 10 anos

A Indonésia entrou na corrida para atrair cidadãos globais ricos para estadias de longo prazo, buscando fortalecer a maior economia do Sudeste Asiático, com foco em seu trunfo: Bali. O país está oferecendo vistos de “segunda residência” por cinco e 10 anos para aqueles com pelo menos 2 bilhões de rúpias (US$ 130.000) em suas contas bancárias. A política entra em vigor no Natal, ou 60 dias após a divulgação da nova regra.

“Este é um incentivo não fiscal para que certos estrangeiros contribuam positivamente para a economia indonésia”, disse o diretor-geral interino de imigração Widodo Ekatjahjana durante uma cerimônia de lançamento na ilha resort.

A Indonésia se soma a uma lista de países, de Costa Rica a México, que oferecem estadias de longa duração para atrair profissionais, aposentados e outras pessoas ricas. Todos buscam aproveitar uma demanda crescente por opções de migração à medida que legiões de trabalhadores instruídos, conhecidos como nômades digitais, procuram usar sua recém-descoberta liberdade após a pandemia para continuar fazendo seu trabalho remotamente.

Nos acontecimentos mais relevantes do Brasil e mundo
A Indonésia lançou planos para um visto de nômade digital em 2021, com foco em atrair visitantes para Bali, o principal destino do país para turistas internacionais e uma importante fonte de receita em moeda estrangeira.

O momento do lançamento coincide com a forte recuperação do turismo na Indonésia, já que companhias aéreas como Garuda Indonesia retomaram voos internacionais. Espera-se que a próxima Cúpula do G-20 em Bali, em novembro, coloque os holofotes internacionais na ilha, além de trazer dezenas de milhares de delegados.

Informações da Exame.
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: