Silvio Santos é condenado a indenizar Rachel Sheherazade em R$ 500 mil após constrangimento

O apresentador Silvio Santos foi condenado pela 14ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) a pagar uma indenização de R$ 500 mil à jornalista Rachel Sheherazade por danos morais.

De acordo com o ConJur, o valor é referente a um processo por constrangimento em rede nacional, onde a jornalista alegou ter sido vítima de assédio durante a cerimônia do Troféu Imprensa de 2017, no qual Silvio afirmou que a âncora do jornal teria sido contratada apenas para ler notícias e não emitir opinião.

Sheherazade também afirmou ter sido contratada pelo SBT por meio de pessoa jurídica, para burlar a relação de emprego e que deixou a empresa sem receber os benefícios trabalhistas.

A juíza Raquel Gabbai de Oliveira, relatora do caso, entendeu que a postura de Silvio Santos na premiação envergonhou Sheherazade e “até mesmo o simples espectador do programa”. De acordo com a juíza, o episódio “efetivamente vem gerando repercussões negativas até os dias de hoje”.

Segundo a magistrada, o dono do baú “utilizou o seu poder patronal e de figura notória no meio artístico e empresarial para repreendê-la, em público, não somente como profissional, mas, sobretudo — como se pode concluir —, por questão de gênero, rebaixando-a pelo fato de ser mulher, a qual, segundo expressou, deveria servir como simples objeto falante de decoração”.

Informações do IBahia.
Foto: Lourival Ribeiro/SBT

  • Compartilhe: