Mansão no céu: Conheça o apartamento mais alto do mundo, estimado R$ 1,2 bilhão

Tem medo de altura? Então este triplex talvez não seja para você. A cobertura recentemente foi listada por US$ 250 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão) e está localizada no Central Park Tower, o edifício residencial mais alto do mundo na famosa Billionaires’ Row – o antro residencial dos mais ricos -, em Nova York.

De todas as torres impressionantes da cidade, a Central Park Tower quer superá-las – literalmente. Ela se eleva a 350 metros acima do solo com uma série de residências e comodidades de luxo. Isso faz da cobertura triplex, que ocupa os andares 129 a 131, a residência mais alta do mundo.

Referido como “The One Above All Else” (aquele acima de todos), o apartamento está sendo listado e vendido por Ryan Serhant da SERHANT e é projetado para alguém que busca um estilo de vida opulento. Foi desenvolvido pela Extell, com arquitetura de Adrian Smith + Gordon Gill Architecture e interiores de Rottet Studio.

Ele não é apenas o maior apartamento da Billionaires’ Row e o maior da Central Park Tower, mas é o maior condomínio atualmente à venda na cidade de Nova York. Se esses não são superlativos suficientes para um comprador exigente, ele também abriga o salão de festas e o terraço mais altos do mundo. Ao todo, são 1.300 metros quadrados de espaço interior e 130 metros quadrados no exterior, sendo os três andares conectados por uma grande escada em espiral.

Janelas do chão ao teto, com pé direito de 15 metros, envolvem todos os andares, o que significa que a residência tem muita luz natural. São sete quartos, oito banheiros e três lavabos, além de duas cozinhas e um salão de festas com tetos de oito metros de altura.

Realmente parece colossal – e fica ainda mais dramático quando você sai para o terraço. As vistas são de outro mundo. A olho nu você pode ver a curvatura da Terra. Em um dia claro, as vistas são infinitas, mas, em dias nublados, você sente que está vivendo dentro de uma nuvem. Há quatro pontos para observação da paisagem, claro, com vistas desobstruídas.

“Isso é muito significativo para a cidade de Nova York”, diz Ryan Serhant, fundador da imobiliária. “Outros mercados, como Palm Beach e Hamptons, têm listagens de nove dígitos mais regularmente. O tamanho e o escopo deste apartamento são difíceis de imaginar para os nova-iorquinos, e esse tipo de residência, com tanto espaço, é novo na cidade. O volume puro de espaço nesta residência não é fácil de alcançar ou encontrar – é uma mansão no céu.”

A maravilha moderna é uma tela em branco, pronta para um futuro dono cheio de criatividade e inspiração de design. Existem vários espaços de estar e entretenimento, bem como uma cozinha exclusivamente para catering profissional e outra de uso familiar. Há também uma biblioteca, sala de mídia, observatório e salas dedicadas aos funcionários. Já o quarto principal abrange uma ala inteira do apartamento, para o máximo de privacidade.

O próprio edifício tem tudo o que você precisa, como 4.600 metros quadrados de comodidades, serviços de manobrista, um bar privativo, restaurante com menus de chefs com estrelas Michelin e um salão de vinhos e charutos. O prédio é uma joia de Nova York e está localizado dentro do CEP mais prestigiado da cidade. Nas proximidades existem restaurantes fabulosos, boutiques de designers renomados e atrações culturais.

Se vendido pelo valor listado, o apartamento mais alto do mundo será um dos – se não o – mais caros já vendidos na cidade de Nova York.

Informações da Forbes.
Fotos: Divulgação

  • Compartilhe: