SAIU NA ADORO: Conheça quais os procedimentos estéticos minimamente invasivos mais procurados

Sabe aquele sonho de olhar para o espelho e ficar feliz com a imagem refletida? Com os avanços tecnológicos na área da estética, ele se torna cada vez mais possível e real. Isso vale, principalmente, para aquelas pessoas que querem melhorar a aparência sem ter que passar por uma cirurgia ou internação, por exemplo. 

Hoje são inúmeros os recursos menos invasivos que prezam pela prevenção, e até mesmo pela reparação de algumas áreas do corpo, como garante a médica Andreza Saud. A profissional é proprietária de uma clínica referência no assunto que leva seu nome em Palmas (TO), e ainda está à frente da Skinlasers, em Luís Eduardo Magalhães, no Oeste baiano.

Segundo a médica, entre os procedimentos mais buscados estão os que combatem a flacidez e o envelhecimento: “A correria diária, o estresse, o excesso de exercícios físicos e o passar dos anos são alguns dos responsáveis pelo aspecto cansado e pela flacidez do rosto e do corpo. Para combater esses problemas temos à disposição alguns recursos, a exemplo do ultrassom microfocado, que produz micropontos de coagulação que induzem a produção de colágeno e a reestruturação das antigas fibras de sustentação. Os lasers também colaboram para resultados muito eficientes e mais naturais.”

Dra. Andreza acrescenta que os lasers também são muito procurados por conta do excelente resultado no aspecto de cicatrizes, manchas na pele e no tratamento para a acne: “Estes equipamentos estão cada vez mais modernos, o que facilita o tratamento com mínimos danos à pele. Até mesmo o terrível melasma já tem como ser amenizado e passar despercebido com a associação de algumas técnicas, como realizamos nas nossas clínicas. Isso melhora muito a autoestima dos nossos pacientes.” 

O laser aparece ainda como ferramenta na exterminação dos fios ou na saúde dos cabelos: “Esse é o nosso ponto forte, pois possuímos uma vasta experiência em cuidados capilares há mais de 10 anos. Dessa forma, realizamos uma análise individualizada que vai determinar qual caminho seguiremos pois, quando se trata de cabelos, temos ainda à disposição a intradermoterapia, que são os procedimentos injetáveis”, acrescenta a médica.

Para o rosto, o leque de opções é imenso e vai desde a técnica de aplicação de fios aos injetáveis (toxina botulínica, preenchimentos ou bioestimuladores de colágeno). Quando o assunto é face, vale a ressalva de agir com cautela, como explica a Dra. Andreza: “O nosso diferencial é sempre buscar o equilíbrio, utilizando inicialmente as tecnologias, tratando a pele, e não só ‘maquiando’. É preciso primeiro cuidar da pele e produzir colágeno para em seguida partir para os procedimentos injetáveis. Isso diminui a quantidade de substância a ser injetada, garante mais durabilidade aos procedimentos e entrega um resultado natural.”

E como a cada dia surgem novas tecnologias que ajudam a construir a beleza tão desejada, é preciso estar bem atualizado: “Hoje temos com exclusividade aparelhos que são tendência em todo o mundo, entre eles os bioremodeladores teciduais, muito utilizados na Europa”, revela.

E como todo mundo adora uma novidade, a médica é enfática quando o assunto gira em torno dos cuidados: “Atualmente a maioria é de mulheres, mas os homens já aparecem em uma fatia significativa no número de atendimentos, e correspondem a quase 30% dos nossos pacientes.”

ESPAÇO MODERNO E ACONCHEGANTE

De nada adianta oferecer os melhores aparelhos se o ambiente não acolhe os pacientes, como diz a médica empreendedora, que escolheu a cidade baiana para expandir os serviços: “Luís Eduardo Magalhães é um lugar maravilhoso com grande potencial de crescimento. Estamos muito felizes com nossos resultados e temos sim planos de mais unidades, pois a Skinlasers está um sucesso!”

O espaço existe há mais de um ano no município com instalações modernas e um projeto arquitetônico belo e aconchegante. O local oferece, além de conforto e bem-estar, equipe treinada e uma linha de cosméticos exclusiva, utilizada nos pacotes de tratamentos.

Fotos: Divanildo Silva

  • Compartilhe: