Lacen sequencia cepa de dengue que não havia sido identificada; Bahia tem 8 casos confirmados

A Secretaria da Saúde do Estado emitiu um alerta para os núcleos Regionais de Saúde e para as secretarias Municipais de Saúde sobre a importância da detecção precoce de sinais e sintomas da Dengue, em virtude do sequenciamento de amostras que identificou dengue sorotipo 2 (DENV-2) pertencentes ao genótipo II – cosmopolita, pela primeira vez na Bahia.

A cepa foi identificada pelo Laboratório Central – Lacen/BA em oito amostras, sendo seis em Feira de Santana e duas em Camaçari. De acordo com o alerta, este genótipo é o mais disseminado no mundo. No entanto, não há ainda dados suficientes para associá-lo a maior transmissão e gravidade dos casos.

Dentre as recomendações contidas no documento estão a atualização e execução dos planos municipais de contingência das arboviroses; mobilizar e orientar a população sobre a situação epidemiológica local e as estratégias de prevenção e controle da dengue; desenvolver ações de rotina no combate ao mosquito Aedes aegypti, como forma de conter a disseminação do vírus; e atualizar profissionais de saúde em todos os níveis de atenção da rede pública e privada sobre os sinais e sintomas da doença, diagnóstico, diagnóstico diferencial e manejo clínico adequado.

Informações do A Tarde.
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: