Preço da gasolina cai 30% nos últimos dois meses na Bahia

De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), em dois meses, o valor do combustível caiu 30%. No fim de junho, o litro saía da bomba por uma média de R$ 8,04.

Na última semana computada pela agência, de 14 a 20 de agosto, o valor médio cobrado pelo item era de R$ 5,62. Nesta semana, o preço voltou a diminuir e, agora, a gasolina já sai por R$ 5,34.

Os valores têm agradado consumidores, mas estão atrás de boa parte das capitais do país, se comparados ao último levantamento de preços divulgado pela ANP, que cobria os preços até 20 de agosto. Isso porque Salvador (R$ 5,58) só tinha a gasolina mais barata que Rio Branco (R$ 5,76), Manaus (R$ 5,59) e Boa Vista (R$ 5,85). No cenário estadual, não é diferente. A Bahia (R$ 5,62) só cobrava menos que Acre (R$ 5,89), Amazonas (R$ 5,63), Roraima (R$ 5,85) e Tocantins (R$ 5,73).

Se a tendência seguir no último levantamento de agosto, mesmo cobrando R$ 5,34 pelo litro, Bahia e Salvador continuam figurando entre os preços mais altos entre estados e capitais.

Redução vai continuar?

Quando o assunto é gasolina, apesar de comemorar o preço mais baixo, o consumidor também se pergunta se a tendência é isso continuar. O Sindicombustíveis Bahia não faz previsões, mas ressalta que a expectativa do setor é que o preço siga caindo. Para os revendedores, só preços baixos impactam no volume de vendas, de onde se tira o lucro no setor. O sindicato, porém, não tem números referentes ao aumento nas vendas nos últimos meses.

Com informações do Correio.
Foto: Reprodução

  • Compartilhe: