Anvisa retira obrigação de uso de máscara em voos e aeroportos

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu ontem (17) retirar a obrigação do uso de máscara durante voos e em aeroportos do país, apontando a melhora do quadro epidemiológico da Covid-19 com o avanço da vacinação.

A decisão foi tomada por unanimidade em votação da diretoria colegiada da agência reguladora, que havia determinado o uso obrigatório de máscaras em aeroportos e aeronaves em dezembro de 2020.

“As projeções indicam que não é esperado aumento de número de óbitos mesmo com a flexibilização total do uso de máscaras pela população em geral”, disse a Anvisa.

A agência mencionou que países como Estados Unidos, França, Reino Unido, Portugal e Espanha não exigem mais o uso de máscaras em aeroportos e aeronaves.

A Anvisa manteve em vigor outras determinações para prevenção da Covid, como a disponibilização de álcool em gel em aeroportos e aeronaves, Procedimentos de limpeza e desinfecção, sistemas de climatização e desembarque por fileiras.

Em maio, a agência já havia autorizado o retorno do serviço de bordo nos voos com permissão para remover a máscara para hidratação e alimentação.

De acordo com boletim da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) divulgado hoje (17), o Brasil atingiu o patamar mais baixo de casos de Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) desde o início da pandemia.

O Brasil registra no total 34,2 milhões de casos de Covid-19, com 682.010 mortes. Nas últimas 24 horas foram registrados 247 óbitos e 21.927 casos, segundo dados do Ministério da Saúde.

Com informações da Forbes.
Foto: Pexels

  • Compartilhe: