Conheça os restaurantes mais caros do mundo! Uma refeição pode ultrapassar R$ 8 mil

Imagine pagar mais de R$ 8 mil em um jantar em uma só noite, sozinho e sem beber nenhum tipo de drinque? Pois isso é mais comum do que se pensa. Estrelados ou não, existem pelo mundo badalados restaurantes que oferecem mais do que apenas gastronomia.

Eles vão de clássicos a modernos, com experiências multissensoriais que contam até com ilusionismo. Superdisputados, muitos deles precisam ser reservados com meses – ou até anos – de antecedência.

Da Espanha à China, passando pelos Estados Unidos e Japão, confira onde estão e quanto custa sentar-se à mesa de alguns dos restaurantes mais caros do mundo.

Sublimotion – Espanha

Sublimotion é comandado pelo estrelado chef Paco Roncero desde 2014 em Ibiza, na Espanha, e oferece experiência sensorial aos clientes / Reprodução Site Oficial

Ele já foi citado por veículos mundo afora como o restaurante mais caro do mundo. O Sublimotion, em Ibiza, na Espanha, foi fundado e é comandado pelo estrelado chef Paco Roncero desde 2014, e está localizado dentro do hotel Hard Rock da cidade.

Em uma só mesa, que comporta apenas 12 pessoas por jantar, os clientes têm uma experiência completa de cerca de 2h30, que passa longe de ser só gastronômica. Com um jogo de luzes que impressiona os comensais, a ideia é que as pessoas sintam o ambiente mudar a cada etapa do jantar.

A equipe do restaurante é composta por chefs, músicos, técnicos, atores e ilusionistas, que interagem de diferentes formas com os clientes. É possível ter um gostinho do que significa jantar no local assistindo aos vídeos no site oficial do espaço.

A gastronomia molecular, com muita tecnologia, é característica do chef, que está sempre na vanguarda em busca de inovação. Mas quanto custa a experiência? O cliente não sai de lá pagando menos do que US$ 1.600 (aproximadamente R$ 8.400).

Hard Rock Ibiza: Ctra. Playa d’en Bossa, s/n – Sant Jordi de ses Salines, Ibiza / Telefone: (+34) 618-891-358 / Horário de funcionamento: não informado

Ultraviolet – China

UV possui três estrelas Michelin e está localizado em Xangai, na China. O jantar multissensorial é servido em uma mesa única / Divulgação

O Ultraviolet by Paul Pairet é um restaurante de mesa única em Xangai, na China. Inaugurado em maio de 2012 pelo chef francês, possui três estrelas Michelin e desde então é presença certa nas listas e premiações de melhores restaurantes do mundo.

Secreto, ele não tem seu endereço revelado. Após a reserva, um local de ponto de encontro é combinado e o restaurante recebe apenas um grupo de 10 pessoas por noite.

A experiência é multissensorial e busca efeitos audiovisuais para surpreender os clientes enquanto os pratos são servidos – o Ultraviolet é pioneiro mundial nesta proposta. Lá, o menu vai de 10 a 20 etapas, com diferentes ingredientes e apresentações.

O preço por pessoa varia, partindo de cerca de US$ 590, mas pode ultrapassar os US$ 1.300 (cerca de R$ 7 mil). Vale destacar que o que se paga não é só a premiada gastronomia, mas toda a experiência que a envolve também.

Caso queira conhecer, prepare-se: as reservas precisam ser feitas com pelo menos três meses de antecedência. Acesse as opções neste link.

*Endereço não informado. Reservas feitas pelo site.

Masa – Nova York

O chef Masa, do Masa de Nova York, foi aprendiz do sushi master Sugiyama Toshiaki, um dos mais respeitados sushiman do Japão / Divulgação

O renomado e estrelado restaurante japonês Masa, em Nova York, é considerado um dos melhores restaurantes da Big Apple – e também o mais caro. Sua cozinha japonesa consegue ser delicada, moderna, inventiva e tradicional. Como? O chef Masa Takayama foi aprendiz do sushi master Sugiyama Toshiaki, um dos mais respeitados sushiman do Japão.

A proposta não é somente oferecer uma refeição, mas ser uma verdadeira experiência. Assim é definido seu menu degustação (omakase) de 20 pratos, entre aperitivos e sushis do chef (US$ 750 por pessoa, sem bebidas e impostos – quase R$ 4 mil).

Takayama abriu o restaurante Masa e Bar Masa – este último com preço mais acessível – em um shopping do Time Warner, complexo de edifícios na praça Columbus Circle. Caso queira a experiência mais premium, a conta pode sair ultrapassar os US$ 950 (quase R$ 5 mil) por pessoa.

10 Columbus Circle – Time Warner Center, 4º andar, Nova York, NY 10019 / Telefone: (+1) 212-823-9800 / Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 11h30 às 23h. Fechado aos domingos.

Ciel Bleu – Holanda

Ciel Bleu fica localizado em Amsterdã, na Holanda, e tem duas estrelas Michelin / Divulgação

Com duas Estrelas Michelin, o Ciel Bleu está localizado no Hotel Okura, em Amsterdã, na Holanda. Graças à sua localização no 23º andar do espaço cinco estrelas, o restaurante oferece uma vista deslumbrante de toda a cidade.

No restaurante, o cliente pode degustar uma culinária artesanal e tradicional com influências internacionais repleta de muita exclusividade.

É possível escolher a opção de sentar na “Mesa do Chef”, de frente para a cozinha, comandada por Arjan Speelman e Jelle Conijn.

O que vai ser servido é uma surpresa diferente a cada dia. Os métodos são fiéis à cozinha tradicional francesa, incluindo técnicas inovadoras. Mas uma coisa é certa: a paixão pelas especiarias é prontamente reconhecida.

Os vinhos exclusivos, de sabores refinados, são selecionados com cuidado pelo mestre sommelier Noël Vanwittenbergh e pelo sommelier Barry Kleijne da SVH, entidade que qualifica e garante alto nível de conhecimento no mundo dos vinhos e da hospitalidade.

Ferdinand Bolstraat 333, 1072 LH Amsterdã, Países Baixos /Telefone: (+31) 20 678 7450 / Horário de funcionamento: terça a sábado, a partir das 18h30. Fechado às segundas e domingos.

Guy Savoy – França

Chef estrelado Guy Savoy tem seu restaurante em Paris desde 2002. Menus clássicos e de diferentes etapas estão à disposição, além de opções à la carte / Foto Ed Alcock para The New York Times

Desde 2002, o restaurante que leva o nome do estrelado chef Guy Savoy é uma das casas mais badaladas e caras de Paris, na França. Com três estrelas Michelin, ele apresenta um estilo clássico em diferentes ambientes para receber os clientes.

Savoy também tem uma unidade em Las Vegas, nos Estados Unidos, no Caesars Palace, que já foi eleito o melhor restaurante da cidade.

No menu “Corte, texturas e sabores”, o chef serve ao menos 13 pratos, número que pode aumentar. Ostras, caviar, lagostas, trufas e clássicos de Savoy não faltarão na experiência. O valor para esta opção é € 585 (cerca de R$ 3.200) por pessoa, sem bebidas inclusas.

Há também menus mais em conta, como um almoço em oito etapas que custa € 260 (R$ 1.380) – ou € 335 (R$ 1.850) com quatro copos de vinho inclusos.

O restaurante estará fechado do dia 31 de julho a 31 de agosto. As reservas podem ser feitas pelo site.

Monnaie de Paris, 11 Quai de Conti, 75006 Paris, França / Telefone: (+33) 1 43 80 40 61 / De terça a sábado, das 12h às 14h30; das 19h às 23h. Fechados aos domingos e segundas-feiras.

Ithaa Undersea Restaurant – Ilhas Maldivas

Restaurante Inthaa Undersea fica nas Ilhas Maldivas a cinco metros abaixo das águas do oceano / Divulgação

O Ithaa Undersea Restaurant fica nas Ilhas Maldivas e faz parte do hotel Conrad Maldives Rangali, da rede Hilton. É conhecido o primeiro restaurante submarino do mundo.

Os menus fixos de almoço e jantar são servidos a cinco metros abaixo do oceano e a vista é panorâmica para o jardim de corais e fauna marinha da região.

No cardápio são encontrados sabores locais misturados com influências ocidentais em até seis etapas. Há opção também de um coquetel pela manhã.

Superexclusivo, comporta pouquíssimas pessoas, por isso, a reserva com antecedência é necessária e só pode ser feita por hóspedes. Não é permitido entrar apenas para conhecer o espaço e crianças são permitidas apenas no almoço. A média de preço por pessoa é de US$ 350 (quase R$ 2 mil), sem bebidas.

Conrad Rangali Island 20077, Maldivas / Telefone: (+960) 668-0629 / Horário de funcionamento: segunda a domingo, das 11h às 14h30 e das 18h30 às 22h30.

Aragawa – Japão

Casa de Carnes japonesa se destaca por sua seleção de pratos de carne bovina na brasa, como Kobe Beef e Wagyu / Divulgação

Situada embaixo de um prédio de escritórios, a churrascaria Aragawa foi fundada em 1967 em Shinbashi Tamura-cho, em Tóquio, no Japão, e diferente da maioria dos restaurantes de valor elevado, a casa não oferece menu degustação. O ambiente é clássico e comporta 22 pessoas.

O cardápio é à la carte, assim o cliente pode controlar um pouco mais o quanto vai gastar. Isso, entretanto, não quer dizer que será pouco: a média de preço é de US$ 260 a US$ 370 por pessoa (entre R$ 1.340 e R$ 1.900) – mas pode chegar a muito mais.

Famoso no mundo inteiro, o restaurante se destaca por sua seleção de pratos de carne bovina na brasa, como Kobe Beef e Wagyu. Eles são grelhados no carvão em 10 etapas, desde mal passadas a bem passadas, de acordo com o gosto do cliente.

As carnes servidas no local recebem tratamentos especiais até chegar à mesa. São raças puras criadas sob estrito controle. Para harmonizar as carnes e pratos, o sommelier ajuda a escolher um vinho dentre mais de 200 rótulos – com destaque para região de Bordeaux e Borgonha.

Tóquio, Minato City, Nishishinbashi, 3 Chome−23−11/Telefone: +81 3-3438-1867/Horário de funcionamento, de segunda a sábado, das 12h às 23h. Fechado aos domingos e feriados.

Com informações da CNN.
Imagem destaque: Guy Savoy/ Divulgação

  • Compartilhe: