San Andrés: o caribe colombiano que pode ser o destino das suas próximas férias

Mar azul turquesa, areia branquinha, coquetéis exóticos e palmeiras. Imaginar esse cenário te transportou para qual destino? Possivelmente para uma praia do Caribe, como Cancún, Punta Cana ou Curaçao, os destinos queridinhos dos brasileiros.

Porém, vamos apresentar um destino que reúne todas essas belezas e um aliado superimportante: valores mais acessíveis. Descubra San Andrés, ou para os íntimos: o mar de sete cores.

San Andrés é uma ilha no mar do Caribe que pertence à Colômbia, mas está próxima da Nicarágua e da Costa Rica. Sua localização traz um mix cultural onde prevalece a identidade colombiana, mas com pinceladas da cultura creoula.

O idioma falado na ilha, além do espanhol, é o creoulo, com influências inglesas, africanas, francesas e castelhanas.

A viagem pode ser perfeitamente combinada com outros destinos colombianos, como a cidade de Cartagena, que fica a apenas 1h30 de avião de San Andrés.

A arquitetura e o charme de Cartagena combinado com o paraíso tropical que é San Andrés pode ser um combo perfeito para lua de mel, viagem com amigos, família ou viajantes solos.

Vale lembrar também, que a Colômbia saiu recentemente em dois importantes rankings dos melhores países para se visitar em 2022: primeiro foi Medelín na lista da Time Out, e em seguida, Bogotá, da revista norte-americana TIME.

Natureza, cultura, culinária, compras ou passeios, motivos não faltam para incluir San Andrés no seu roteiro de férias.

A ilha não decepciona no quesito beleza natural: assim como todo o Caribe, entrega um mar de cores incríveis que variam do azul turquesa ao verde esmeralda, por isso a cidade foi apelidada como a dona do “mar de sete cores”. Além de temperaturas agradáveis, restaurantes descolados e um calçadão típico das cidadezinhas de praia, com muitas lojas, sorveterias e cafés.

A cidade não traz o luxo e nem tem os resorts badalados como acontece em Cancún. Em San Andrés, o rústico – que nos remete às viagens para o litoral na adolescência – rouba a cena. Ainda assim, há boas opções de hospedagem e gastronomia.

O boom de visitantes europeus e norte-americanos não chegou à San Andrés como ocorre em outros destinos. Bom para nós, latinos, que podemos visitar a ilha com preços mais acessíveis do que outras praias caribenhas.

Natureza, cultura, culinária, compras ou passeios, motivos não faltam para incluir San Andrés no seu roteiro de férias.

Confira abaixo cinco motivos para conhecer a ilha:

Compras

Avenida Providência em San Andrés

A ilha é uma zona franca e está livre de impostos, com isso, os produtos costumam ficar cerca de 20% mais baratos em San Andrés, quando comparados a outras cidades colombianas.

Há diversos outlets no centrinho da ilha, seguindo o padrão dos aeroportos, com muitos perfumes importados, cosméticos, relógios, bolsas, malas, óculos escuros e itens para a casa, como jogos de cama de alta qualidade.

As lojas de marcas de surfe também se destacam entre o comércio dos outlets em San Andrés. Se o intuito não for fazer compras, o famoso “dar só uma olhadinha” não deixa de ser uma diversão.

Avenida Providência em San Andrés

Passeios

Estar na água é o que dita os principais passeios na ilha de San Andrés, entre as opções, estão o aluguel de jet ski, caiaque noturno, caiaque transparente para ver os peixinhos coloridos passando por baixo e o parasail – para apreciar o mar de sete cores do alto.

Para dar a volta na ilha e conhecer todos os pontos, você pode alugar as “mules” (que são carrinhos de golfe), scooters ou bicicletas. Dirigir ou pedalar não é a sua praia? Sem problemas! Uma chiva (trenzinho colorido) pode levar você para conhecer a ilha com paradas nas principais atrações.

Os lugares imperdíveis, são:

Praia Spratt Bight

É a principal da ilha, onde ficam os melhores resorts, o comércio e as lojinhas. A praia não decepciona no quesito mar azul clarinho, palmeiras e diversão. A faixa de areia é animada, tem música e redes de vôlei.

Mas, se preferir um canto mais sossegado, é só caminhar um pouco para o fim da praia, lá o espaço é mais dedicado às famílias. As barracas e cadeiras de praia podem ser alugadas no local.

Praia Spratt Bight (Foto: Ailana Cole)

Johnny Cay

A alguns metros da praia Spratt Bight está a ilha de Johnny Cay, passeio obrigatório em San Andrés. Para chegar a esse paraíso é preciso pagar um serviço de barco que sai dos píeres no centro da cidade.

Vale a pena passar o dia no local; além da praia, há um gramado grande e arborizado, sendo possível intercalar entre curtir o mar, a areia e depois cochilar na grama. Na ilhota você ainda pode ter a sorte de cruzar uma iguana e outras espécies mais exóticas de lagartos.

Aquário

Outro passeio imperdível é o combo Acuário e Haynes Cay, aqui você provavelmente verá o mar mais transparente que já visitou em outros destinos, com o colorido de muitas espécies marinhas; está aí o motivo do nome “aquário”.

A ilha tem um banco de areia com duas barreiras de coral que formam um corredor de águas rasas, perfeitas para admirar os peixinhos. Não esqueça de levar snorkel e sapatilhas próprias para caminhar sem machucas os pés nos corais.

West View e Piscinita

Ao fazer a volta na ilha, você instintivamente irá parar para dar um mergulho em um desses pontos, que são lado a lado. West View e Piscinita ficam a Oeste na ilha de San Andrés.

Há escadas, caso você não queira se aventurar pelo trampolim ou o escorregador. A região também é perfeita para snorkel, há muitos peixes coloridos e uma vista incrível para o pôr do sol.

Hoyo Soplador

A natureza foi realmente generosa com San Andrés, além de praias paradisíacas, a cidade tem algumas atrações curiosas, como o Hoyo Soplador, um buraco que foi formado nas rochas pela força das ondas.

O curioso aqui é que, a depender do embalo das ondas, um esguicho de água sai com força do buraco. Os turistas se amontoam em volta esperando para assistir o fenômeno. Ao redor há lojinhas de souvenir e um bar.

Hoyo Soplador, um buraco que foi formado nas rochas pela força das ondas.

Gastronomia

Os frutos do mar são variados e abundantes na gastronomia de San Andrés. Lagostas, camarões, langostinos, peixes e arroz de coco são os carros-chefes nos restaurantes na ilha.

A maresia e o clima praiano são convidativos para os pratos leves e coloridos que a culinária local proporciona, que oferta frutos do mar com elementos da culinária creoula para nos lembrar que estamos em terras caribenhas.

A bebida típica na cidade é o coco loco, feito com rum, tequila e vodca e água de coco. E a bebida sem álcool mais característica da região é a limonada com coco, perfeita para os dias de calor.

Cultura

A cultura caribenha é certamente um atrativo a mais para San Andrés. A começar pela alegria do povo e pela mistura de ritmos – que é predominado pelo reggae, mas passeia pela salsa, merengue, calypso, reggaeton, vallenato e a cúmbia.

Na orla, todas as noites há grupos animados dançando, pessoas de todas as idades. A sensação que se tem em San Andrés, em qualquer dia da semana, é a de que todo dia é uma noite de sábado no verão.

A parte cultural da ilha pode ser conferida no “Casa Museu Islena”, um museu dedicado às raízes, cultura e tradições locais. A casa de madeira onde fica a exibição remete às construções do período colonial e recria o cotidiano dos moradores nos séculos passados.

Mesmo os mergulhadores inexperientes desfrutam da oportunidade de explorar o fundo do “mar de sete cores”.

Vida Marinha

San Andrés tem a terceira maior barreira de corais do mundo, segundo informações do departamento de Turismo da Colômbia. Logo, o mergulho com cilindro é um dos principais atrativos da região.

Mesmo os mergulhadores inexperientes desfrutam da oportunidade de explorar o fundo do “mar de sete cores”. Diversas agências credenciadas realizam o treinamento e levam os turistas para a experiência, ainda com a oportunidade de ter o momento registrado por um fotógrafo.

Os praticantes de mergulho gostam da atividade nesta região especialmente pela temperatura amena da água, mar tranquilo, a possibilidade de mergulhar diretamente da costa (sem precisar pegar um barco) e a água transparente que proporciona uma visibilidade perfeita da vida marinha.

Além dos peixes, o mergulho na costa de San Andrés ainda proporciona algumas surpresas, como uma estátua de Poseidon e um naufrágio no fundo do mar.

Ficou com vontade de conhecer a Colômbia? Importante lembrar que o destino, neste momento, exige a vacina contra a febre amarela validada pela Anvisa.

Com informações de Anna Gabriela Costa CNN.
Foto de capa: Johnny Cay

  • Compartilhe: